quinta-feira, 21 de agosto, de 2014
Leia também:
Você está aqui: Capa » Dicas de Intercâmbio » Quanto levar de dinheiro para a Irlanda?

Quanto levar de dinheiro para a Irlanda?

euro

Olá pessoal!

Atendendo aos pedidos dos leitores do blog do intercâmbio, eu hoje escrevo sobre a quantidade “ideal” de dinheiro que se deve levar para um intercâmbio em Dublin.

Não existe um valor que sirva para todas as pessoas! Cada um tem um estilo de vida e conhece melhor seus gostos e necessidades.

Portanto vamos fazer uma conta simples das primeiras necessidades e a partir disto definir qual é o valor “correto” para levar.

Imigração ………………………………………………………………………… €3000 euros

Generalizando as despesas.

alimentação 1 mês ……………………………………………………………..€120

Aluguel 1 mês …………………………………………………………………… €300

Energia + gás mês ……………………………………………………………. €40

Telefone pré-pago ……………………………………………………………. €20

transporte 1 mês ………………………………………………………………. €80

______________

Total €560/mês

Obviamente estes valores são questionáveis. Tem gente que come mais assim como tem gente que come menos. Tem gente que fala pouco ao telefone e tem gente que não dorme se não ligar para o Brasil todos os dias. E o aluguel. Vai depender muito do número de pessoas que dividirem a casa com você e a localização. Se você pagar €300 de aluguel dificilmente vai precisar de transporte.

Agora baseando nos meus hábitos de consumo, eu calculo a minha despesa em:

alimentação 1 mês ……………………………………………………………..€80 (Comia apenas em casa)

Aluguel 1 mês …………………………………………………………………… €240 (dividia casa com 6 pessoas)

Energia + gás mês ……………………………………………………………. €25 (tirado da média)

Telefone pré-pago ……………………………………………………………. €10 (oi mãe tchau)

transporte 1 mês ………………………………………………………………. €0 (método de transporte = sola do pé)

______________

Total €355/mês

As três principais variáveis das despesas:

1- Aluguel x número de pessoas morando na casa. Quanto mais gente = menor qualidade de vida = menor despesa de aluguel. Não se iludir pois a despesa de luz e energia cresce consideravelmente.

2- Alimentação. Cada um sabe a fome que tem e principalmente o que gosta de comer. Uma simples ida ao MC Donalds pode custar até 10% do seu orçamento mensal para alimentação (baseado no meu caso dos €80/mês de gasto total com alimentação). Especialmente enquanto você não estiver estabilizado em um emprego eu recomendo que você passe longe da porta do MC Donalds a não ser para procurar emprego.

3- Despesas extras. Quando eu fui para a Irlanda eu optei por levar apenas uma mala e roupa suficiente para duas semanas. Logo ao chegar tive que incrementar meu guarda-roupas e comprar roupa de cama que não levei. Neste caso cada um sabe o que vai precisar. Daí basta se informar para não ser “pego de surpresa” nas despesas extras.

As quatro principais dicas para economizar:

1- Ensine seus pais/familiares a usar MSN e Skype desde já. Esta é uma economia muito importante que vai valer por toda a sua jornada no exterior.

2- Já leve seu celular do Brasil desbloqueado e economize na compra de um aparelho novo comprando apenas um chip pré-pago. Os preços dos aparelhos são atrativos no exterior, mas enquanto você não está estabilizado eles podem atrapalhar seu planejamento.

3- Se possível, dê preferência a morar no centro da cidade ou bem próximo. A maioria das escolas é localizada no centro. Mesmo que você trabalhe em Dublin 13 por exemplo você do centro pega apenas uma condução para o trabalho seja via ônibus ou metrô. Imagina você morar em Dublin 8, estudar em Dublin 1 e trabalhar em Dublin 14. Em termos de custo é basicamente o mesmo uma vez que você compra o passe que vale para todo o mês, mas e o tempo que se perde no deslocamento? Devemos economizar tanto dinheiro quanto tempo.

4- Faça compras no supermercado. Aproveite as promoções, faça sempre lista de compras e compre apenas o necessário. Toda economia é de vital importância.

Os três principais vilões das despesas:

1- Festas. Por mais difícil que seja resistir a todas as novidades, enquanto você não tiver um emprego terá que ter muita disciplina para não gastar desnecessariamente.

2- Compras desnecessárias. Eu cansei de ver gente comprando Iphone, laptop e câmeras digitais na primeira semana em Dublin. O mesmo vale para roupas de marca. Você terá todas estas oportunidades assim que se estabilizar. Porque não esperar?

3- Preguiça. As vezes você pega um ônibus que não precisa ou mesmo faz uma compra na loja de conveniência que é mais perto de casa do que o supermercado e assim  vai gastando suas economias de maneira incorreta.

Conclusão:

Eu levei para a Irlanda em 2007 €1500 no cartão VTM + €200 em espécie. Com um gasto inicial em torno de €355/mês meu dinheiro deveria durar 4 meses e 2 semanas aproximadamente.

Eu ainda tinha um backup de uns €1000 caso fosse necessário(o que me daria mais 3 meses aproximadamente), porém eu precisaria que minha mãe me enviasse mais dinheiro o que definitivamente eu não queria.

A imigração hoje exige que o estudante comprove €3.000 em sua conta bancária. Eu entendo que este dinheiro é totalmente necessário pois a procura por emprego está muito mais competitiva e o tempo médio para se conseguir um emprego fixo é de 4 meses. (Varia indiscutivelmente de acordo com cada pessoa no que diz respeito a qualificação profissional, nível de inglês e demanda do mercado de trabalho)

Portanto €3.000 no bolso com a despesa de €560/mês seu dinheiro deve durar aproximadamente 5 meses.

Podendo levar mais dinheiro o faça.

Gostaria de mais uma vez convidar e incentivar vocês a deixarem seus comentários neste blog e dizer o que estão achando dos artigos!

Obrigado pela visita!

Abs

Marcelo Góes

Sobre Marcelo Góes

Marcelo Góes realizou seu primeiro intercâmbio para Dublin na República da Irlanda aos 23 anos onde aprendeu inglês e teve a oportunidade de viajar por vários países da Europa. Atualmente ele é estudante de Direito em Belo Horizonte, sua cidade natal.

Comentários

  1. Roberto disse:

    Bem bom e util o tópico! Eu levaria uns 3 mil euros para me garantir já que a oferta de emprego ainda não está muito aquecida.
    E valores em relação a adquirir documentos, carteiras de estudantes…?

  2. Marcelo Góes disse:

    @Roberto

    Obrigado pela visita!

    Hoje a taxa de visto é de €150. É a única despesa que você terá com relação a documentos. Carteira de estudante é melhor fazer uma internacional no Brasil que custa se não me engano R$15. Eu particularmente não gosto de carteirinha de estudante e acho que usei umas 3 vezes ao todo na Europa. Diferente do Brasil, na Irlanda a carteirinha não te dá 50% de desconto em entrada nos cinemas, shows e coisas do gênero. O desconto varia de lugar para lugar. A melhor utilização da carteirinha é para comprar o ticket de ônibus/metrô que gera uma economia significativo no longo prazo. Caso você dependa de condução eu recomendo ela. Claro! Como eu morava muito perto do centro e fazia tudo a pé, eu nunca precisei da carteirinha.

    Abs

    Marcelo Góes

  3. Marcelo Góes disse:

    Opa! Tudo bem Mário?!

    Você consegue viver tranquilo com esta “mesada”. Basta dar uma controlada nas despesas que vai ficar tudo ok. Mas você está levando quando de início? é importante levar em torno de 1800~2500 para não se apertar demais.

    abs

    Marcelo Góes

  4. Narjara Oliveira Ribeiro disse:

    Olá Marcelo,muito obrigada por ‘atender meu pedido’ rs,adorei o post foi de muita serventia.Será um grande investimento no meu caso,espero que valha a pena.
    Muito obrigada,abraço.

  5. Carina Portal disse:

    Marcelo, muiiiito bom o post…
    E extremamente útil né?
    Eu pretendia levar em torno de 1500 euros… E estou arrecadando né, presente de aniversário, natal, rifas, vendas e etc. rsrsrs o que vier a mais é lucro…
    A tempos eu precisava fazer esta tabela de gastos iniciais e agora tem uma já pronta, hihihihi.
    Espero que quando eu for (Abril / 2011) a oferta de emprego esteja melhor e eu não precise pedir um PAItrocínio de lá.
    Parabéns pelo site, está muito completo e relevante.
    Abraços

  6. Marcelo Góes disse:

    Oi Narjara!

    Fique à vontade! Você já aprendeu o caminho mesmo. É só voltar mais!

    abs

    Marcelo Góes

  7. Fernando EE disse:

    E ai Marcelo, muito bom esse post! Fazendo intercâmbio o estudante conhece as formas de saber administrar seu dinheiro, o que é muito importante no inicio de uma nova empreitada.
    Quem sabe o intercambista não toma gosto pela coisa e decide ser um grande profissional de Administraçaõ?! rsrs

  8. Kenia Mara disse:

    Bacana sua dicas.
    Está facilitando nossa vida antes mesmo de chegar lá.
    Grande abraço!

  9. Marcelo Góes disse:

    Mas a intenção é justamente esta!

    Abs

    Marcelo Góes

  10. Marcelo Góes disse:

    Valeu Fernando!

    Abs

    Marcelo Góes

  11. Eduardo disse:

    muito bom o tópico! Estou indo para Dublin em agosto e as infos estão sendo bastante uteis.
    Parabéns pela iniciativa.
    Abraço!

  12. Marcelo Góes disse:

    @Eduardo

    Seja bem vindo! Se tiver qualquer dúvida ou queira saber alguma coisa específica pode contar comigo!

    Abs

    Marcelo Góes

  13. ricardo disse:

    Fala Marcelo!
    Quero lhe parabenizar pelo blog. Muito boa as informações!
    Estou indo morar agora em setembro na Irlanda porém, não irei morar em Dublin e sim em Galway. Você teria informações sobre essa cidade? Esses valores acima valem também para essa cidade do interior?

    Abraço

  14. Marcelo Góes disse:

    @Ricardo

    Opa! Bem vindo ao blog Ricardo!

    Eu não sei como funcionam as coisas em Gaway. Mas eu acredito que o custo de vida em Dublin seja um pouco maior. Mas considera uma margem de 10% para mais e para menos que o planejamento fica bom.

    abs

    Marcelo Góes

  15. Marilia disse:

    Olá Marcelo.
    Parabéns pelo blog, está realmente bem esclarecedor ;)

    Eu e meu namorado estamos indo agora em 23 de agosto..não para Dublin, mas para Gorey (Co.Wexford)..conhece?
    Nosso caso é um pouco diferente, pois não vamos para estuda..portanto, as dúvidas são ainda maiores ;)
    Vamos trabalhar como voluntários numa instituição que cuida de adultos com deficiência. Já ouviu falar? Lá é como se fosse um sítio..eles oferecem alimentação e hospedagem pros trabalhadors estrangeiros (cada um tem seu chalé dentro do próprio sítio). Eles te sustentam como hospedagem e alimentação e dão uma pequena ajuda de custo. Nosso visto vai ser de um ano (provavelmente) e como (charity work).
    Você falou em outro tópico sobre um document similiar ao nosso CPF. Qual é? Será que podemos tirá-lo?
    Quanto ao custos..tendo em vista que teremos alimentação e estadia, quanto você acha necessário levar?
    Será que poderemos trabalhar no nosso dia livre? Tem trabalhos eventuais por aí?
    Em relação ao dinheiro..como é ideal fazer? Usar aquele cartão VISA TRAVELMONEY? E em relação à conta no banco, oq precisa? É fácil mandar dinheiro pro Brasil e vice-versa?

    Se puder colaborar, agradeço.
    Com certeza esqueci de perguntar coisas, depois pergunto de novo ;)

    Obrigada ;)

  16. Marcelo Góes disse:

    Olá! @Marilia

    Parabéns pela sua iniciativa! O mundo definitivamente precisa de pessoas dispostas a ajudar ao próximo!

    Infelizmente eu não conheço nem a cidade nem a instituição e nem este tipo de visto “charity work”.

    O documento similar ao CPF é o PPS number. (Personal public service) Ele você tira na cidade em que estiver morando. Wicklow

    Eu acho difícil opinar sobre os custos uma vez que não conheço o lugar e o programa que você vai trabalhar. Eu te recomendo ter sempre um plano B.

    Quanto a poder trabalhar durante o dia livre, vai depender do seu visto. Eu realmente não sei como ele funciona para saber as limitações do mesmo.

    Para levar dinheiro a melhor e mais prática forma é o Visa travel money “VTM”. Se você ainda não fez, entra em contato comigo que te ajudo a fazer o seu.

    Para abrir sua conta no banco lá provavelmente a instituição que esta te recebendo vai te dar suporte. (carta e encaminhamento) Deve ser muito tranquilo.

    Para receber dinheiro na Irlanda, basta que alguém aqui no Brasil recarregue seu VTM. Simples como se fosse um cartão pré-pago de celular.

    Da Irlanda para o Brasil existem algumas empresas especializadas em fazer a remessa. Também será simples de achar.

    Espero ter ajudado.

    Obrigado por visitar o blog!

    Abs

    Marcelo Góes

  17. luciano disse:

    otimas dicas marcelo!!! show de bola mesmo, eu vou vender meu carro pra ir ano que vem pra irlanda, vou levar em torno de 8000 euros, mas minha intenção em fikar lah por um bom tempo, jah tenho uma prima que mora lah a um certo tempo, ela conseguiu cidadania italiana, kero ver c consigo o mesmo tbm!!! mas logico, sem precipitaçoes, vamos ver como que vou m adaptar por lah!!!
    abraço

  18. Marilia disse:

    Esqueci de perguntar sobre o seguro saúde.

    No caso de quem faz intercâmbio, as escolas já fecham um pacote só, ne?

    No meu caso, que vou fazer trabalho voluntario, estou sem saber qual fechar ( e nao queria gastar muito).. e logico, como saúde é sempre prioridade, tenho que fazer um imediatamente, visto que faltm 20 dias pra eu viajar. Qual você recomendaria Marcelo? Falam muito no GTA e no MIC. Eles são bem em conta..mas o plano bronze (mais barato) dá coberturas muito pequenas. Será que a imigração aceita que eu faça um de 3 meses e depois renove? (tendo em vista que vou passar um ano). Inicialmente são muitos gastos, mas depois alivia um pouco e da ate pra pagar um melhor. O que você acha?

  19. Marcelo Góes disse:

    @Marília

    As escolas vendem um seguro local. É mais barato mas a cobertura dele é baixa e limitada. Você não é obrigada a comprar o seguro nem da escola nem da agência caso esteja comprando da agência o programa de intercâmbio.

    Eu recomendo o GTA pois eu usei ele. Minha namorada mesmo teve um problema sério de coluna na Irlanda e o plano Bronze garantiu o atendimento esperado. Eu vou escrever contando sobre isto em breve.
    Eu não conheço o MIC, daí não estou apto a comentar sobre ele.

    Seguro saúde bom é aquele que a gente paga mas não usa.

    Eu definitivamente recomendo viajar com seguro saúde.

    abs

    Marcelo Góes

  20. jean disse:

    OS 300 do aluguel ta certo e se prepare pq nao é igual a casa da mamae, vc vai ter que esfregar o vaso.
    transporte, se ta fu… se tiver que pegar dart (trem) ou luas (metro) é mais caro, porem estudante paga menos, dicas:
    1 – compre uma bike com um knacker. (20 euros)
    2 – nao se misture com knackers vc vai se dar mal.
    3- nao deixe um ‘knacker” ouvir essa palavra.

    energia + gas=25? eu gastava mais que isso so de energia e no inverno vc vai gastar muito mais que isso tanto de agua quanto de luz.

    dica 4- nao tem como fugir das festa entao compre sempre a breja mais barata no caso tuborg, no começo da vergonha mas logo logo se vai poder comprar paulaner.

    dica 6 – olhe para seus pes…. olhou? eles estao ferrados. vc tem que andar muito, muito pra conseguir um trampo, por tanto faça amizades isso pode encurtar o caminho ate o 1º trabalho.

    dica 7 – vc é brasileiro nao esqueça disso.

  21. Camii disse:

    Ola Marcelo!! mto bom o post,moro no Japão e estou planejando ir pra Irlanda fazer intercambio, pois sai bem mais em conta em relação á Australia,Inglaterra e Canadá!! obrigada pelas dicas,posso me preparar com mais tranquilidade!

  22. Marcelo Góes disse:

    @Camii

    Nossa! você tem muita experiência também! O dia que quiser dividir um pouco com este blog pode ficar à vontade! Entra em contato comigo.

    Aproveite o blog!

    abs

    Marcelo Góes

  23. Marcelo Góes disse:

    @Jean

    Você está certo. Não tem nada fácil na Irlanda.

    Tem que ralar muito para as coisas darem certo.

    No que diz respeito as despesas, eu fiz a conta baseado em mim. Na minha primeira casa o chuveiro era a gás o que fazia com que a conta ficasse mais barata. Energia é realmente muito caro na Irlanda.

    Obrigado por deixar seu comentário.

    abs

    Marcelo Góes

  24. steppen_wolfi disse:

    Boa! Curti muito o Post estou interessado em ir para europa ano que vem! Parabéns pelo Blog!

  25. Marcelo Góes disse:

    @Steppen

    Se precisar de ajuda conte comigo.

    abs

    Marcelo Góes

  26. Rafael disse:

    Marcelo,

    Mto obrigado.

    Não sabe como essas dicas, ajudam e diminuem o frio na barriga de quem ta indo rsrsr

  27. Marcelo Góes disse:

    @Rafael

    Que bom! Espero que goste do blog!

    abs

    Marcelo Góes

  28. hugo leonardo disse:

    parabens pelo site muito produtivo
    ta me ajudando muito continue postando
    abraçooo marçelo

  29. Túllio disse:

    Oi…
    to indo sozinho pra Irlanda agora em janeiro 2011
    e sempre é bom ter uma companhia, alguem da terra natal ne
    ehehehhe
    deixando aqui meu e-mail se alguem for tbm nessa epoca pode me add pra converamos
    tulliodantas@hotmail.com

  30. Marcelo Góes disse:

    @Hugo

    Valeu cara! Muito obrigado por sua visita!

    abs

    Marcelo Góes

  31. Marcelo Góes disse:

    @Túlio

    Boa sorte na viagem!

    Tomara que alguém veja seu comentário e entre em contato.

    abs

    Marcelo Góes

  32. Túllio disse:

    Ei Marcelo, tudo bom?
    eu de novo aqui
    heheh
    rpz tava pesquisando ai vi algo sobre o sotaque irlandes…
    queria saber se é muito diferente.

  33. Rakel disse:

    Marcelo oi!
    cara cm assim, vc foi ficar uns meses e ficou 2 anos?
    tipo cm foi q vc consegui se manter, pediu din din pr mãe, ou vc consegui um emprego certu la?
    me explica tudo! :D
    brigada!

  34. Rakel disse:

    foi legal?
    o pessoal la foi gente boa cm vc?

  35. Marcelo Góes disse:

    @Túlio

    É ok. Não tenho muita coisa para reclamar não.

    abs

    Marcelo Góes

  36. Marcelo Góes disse:

    @Rakel

    Eu não vejo a cor do dinheiro da minha mãe a muitos anos… Me sustentei trabalhando. E muito.

    Dá uma lida boa no blog que você vai entender toda a história!

    abs

    Marcelo Góes

  37. Marcelo Góes disse:

    @Rakel

    Existe todo tipo de pessoa. Em geral eu diria que foi tudo muito bom!

    abs

    Marcelo Góes

  38. Marta disse:

    Oiee..:D
    Tenho vindo a procurar na net, blogs e sites de pessoas que têm vivido na Irlanda para saber como foi/tem sido a experiencia de viver num país que não é o nosso.. e foi muito bom encontrar este blog.. é bom uma pessoa ficar esclarecida sobre o custo de vida num pais antes de ir para lá…
    Eu estou a acabar uma licenciatura e assim que tirar mestrado, faz parte dos meus planos viajar para a Irlanda para trabalhar e viver durante um tempo ilimitado de tempo.. por isso saber o minimo que devo levar é importante..
    obrigada pelas informações…:)
    Cumprimentos de Portugal…:D

  39. Marcelo Góes disse:

    @Marta

    Olá Marta! Que legal! Uma visita de Portugal!
    Fique à vontade para participar do blog!

    abs

    Marcelo Góes

  40. Thamie disse:

    olá, eu vou para Irlanda no final de 2011, com 2 amigas para intercambio, gostaria de saber se fica mais barato de nos alugarmos um apartamento e juntar as despesas ou ficar em uma republica?.
    E se com 17 anos é mais difícil de arrumar um emprego lá.

    Obg

  41. Marcelo Góes disse:

    @Thamie

    Olá! Mais um nome novo por aqui!

    Então, tecnicamente o que você me perguntou é a mesma coisa. Uma república nada mais é do que dividir uma casa/apartamento com os amigos ou mesmo entrar em uma que já exista.

    Mas sem dúvida é a forma mais econômica de morar no exterior enquanto estudante.

    Com relação ao emprego, idade não é um influênciador direto. É importante levar em conta o nível de inglês e experiência profissional.

    abs

    Marcelo

  42. Lilian disse:

    Marelo,

    Ola poderiamos nos falar por email?
    Preciso muito da sua ajuda, dicas.
    Agardeço seu topico, muuuito útil.

  43. Marcelo Góes disse:

    @Lilian

    Te envio um email nos próximos dias!

    abs

    Marcelo

  44. Ricardo disse:

    Olá, Marcelo.
    Parabens pelo Blog.
    É o seguinte, tenho 35 anos estou querendo fazer um Intercambio, pelo que entendi na Irlanda dá pra trabalhar e estudar ao mesmo tempo, o que quero saber é quanto tempo ei consigo ficar na Irlanda com R$ 14.000,00.

  45. Marcelo Góes disse:

    @Ricardo

    Obrigado Ricardo!

    14 mil é ok eu acho. A quantidade de dinheiro depende mais dos seus hábitos de consumo do que qualquer outra coisa.

    Quanto a idade fique tranquilo. ok?

    abs

    Marcelo

  46. Marcel disse:

    Marcelo, tenho lido com muita frequência as suas dicas de experiência na Irlanda, vou para o mesmo local em Abril/2011, e está tirando muitas dúvidas que tenho…..por favor não deixe de postar …ok…abrç!!!!

  47. Marcelo Góes disse:

    @Marcel

    Mais um nome novo! Seja bem vindo Marcel!

    Meu projeto é escrever sobre a Irlanda por pelo menos mais 6 meses. Tempo suficiente de escrever sobre todas as etapas da minha vida na Irlanda.
    Depois disso eu vou viajar de novo para outro destino e devo passar a escrever mais sobre ele.

    abs

    Marcelo

  48. Samanta Alves disse:

    MEGA PRÁTICO! SUPER ESCLARECEDOR!!
    A partir de agora sei onde posso melhor economizar qdo estiver lá…
    Valeu demais!

  49. Marcelo Góes disse:

    @Samanta

    Exatamente! Duro é fazer!

    abs

    Marcelo

  50. Robson disse:

    Parabéns pelos posts.. adorei velho
    2011 se der tudo certo estou ai,
    estou lhe add no msn para tirar mais algumas duvidas

    abraços

  51. jheniffer disse:

    Olá, gostaria de saber se terei problemas se levar meu cachorro? Pois vi que no avião não tem problemas, só tenho medo na hora que eu descer do avião ai, se podem me incomodar?Obrigado Jheniffer. Ah estou me organizando para ir em dezembro.

  52. Marcelo Góes disse:

    @Jheniffer

    Eu realmente não sei dizer. Eu já ouvi falar alguma coisa do tipo que o cachorro deveria ficar em quarentena e teria que pagar uma taxa. Mas realmente não sei dizer nada preciso.

    abs

    Marcelo

  53. Marcelo Góes disse:

    @Robson

    Ok!

    vlw

    Marcelo

  54. Paloma disse:

    Marcelo,

    Tenho muita vontade de fazer um intercâmbio, mais não tenho dinheiro muito, e ainda estou no inicio do curso de ingles…

    vc tem alguma dica de intercambio “barato” e o que fazer a principio…
    sei lá qualquer coisa!!

  55. Marcelo Góes disse:

    @Paloma

    Acho que você pode procurar algum programa de Au pair que normalmente é bem em conta e você pode ainda trabalhar.

    abs

    Marcelo

  56. Marco disse:

    AEh Marcelo,, artigo muito legal,,

    eu penso em ir pr Irlanda,, mas tenho duvidas sobre conseguir emprego , e conseguir lugar pr ficar,,
    porque se eu for só irei ficar um mês em casa de familia..

    tenho um inglês intermediário ou melhor um pouco e espanhol avançado,, levo alguma vantagem com 2 idiomas pr conseguir emprego?

  57. Marcelo Góes disse:

    @Marco

    Olá Marco!

    Eu você terá uma pequena vantagem sim. Suas dúvidas serão amenizadas com muita pesquisa. Só assim você terá confiança suficiente para encarar o desafio!

    abs

    Marcelo Góes

  58. Thiago disse:

    Sensacional a sua dica, tenho muitas duvidas para qual país eu devo fazer o intercâmbio… Uk, United States ou Irlanda ???

    O q me diz ??

    Abraço

  59. Eduardo disse:

    Fala man, muito legal as dicas (esclarecimentos) sobre gastos na chegada em Dublin (ou em qualquer país)!!! Enfim, pretendo estudar em Dublin em março/11, já sou formado em comunicação e preciso aprender Inglês de verdade! Sou músico também, baterista e percussionista…você acha que além do trabalho convencional, eu consigo arrumar uma “galera” para tocar em bares por ai? Penso que esta seria uma alternativa para levantar uma grana enquanto eu estiver por ai!!!!
    Valeu…grande abraço!!!!

  60. Adriana disse:

    Oi Marcelo, tudo bem? Estou planejando ir para a Irlanda, mas fico muito na dúvida, de quanto irei precisar no total para ficar 1 ano. Considerando a hipótese que nao irei trabalhar, quanto você acha que precisa ter em caixa para se manter neste tempo?
    Me disseram que não há emprego para estudantes, isto é verdade? Ou existe, apenas tem demorado um tempo mais longo..?
    Curti muito seu blog, deu até vontade de quando viajar, fazer um também! =)

  61. Marcelo Góes disse:

    @Adriana

    É só fazer as contas uai! Já está no artigo certo!

    Tem emprego para estudante sim. Como você mesma já imaginou demora um pouco para se conseguir um emprego. Especialmente quem chega sem inglês. Mas precisa de um pouco de raça e determinação.

    Considere a possibilidade de trabalhar de Au Pair (babá).

    abs

    Marcelo Góes

  62. vinicius disse:

    olá Marcelo td bem?
    cara gostei muito do blog, é de extrema ajuda para pessoas como eu,que esta afim de ir,mas,não sabe de nad sobre a País.
    gostaria de saber de você como é o inglês daí?independente da resposta,ou pelo oque as pessoas falem mal ja decidir é para Irlanda que eu vou.
    abraço

  63. Marcelo Góes disse:

    @Vinicius

    Muito obrigado cara!

    Volte sempre e deixe sua opinião mesmo!

    O inglês na Irlanda é ok. É britânico, mas um pouco “capira” rsrs. Nada que te atrapalhe em nada!

    abs

    Marcelo

  64. Adriana disse:

    Obrigada Marcelo pelo retorno!

    Uma coisa que percebi é que as pessoas procuram mais morar em grupos ao invés de morar em casa de família, né?! É muito mais caro? Ou a opção de morar em republica é melhor por questão de liberdade?

  65. Marcelo Góes disse:

    @Adriana

    Casa de família custa cerca de 160 a 200 euros/semana. Um aluguel dividindo com umas 4 pessoas fica em torno de 300 euros/mês. É muito mais barato.

    Claro que na casa de família você tem o grande benefício de falar inglês com muito mais frequência, ter comida pronta e roupa lavada. Mas dividir casa com outras pessoas ajuda e muito a evoluir e se desenvolver.

    Algumas famílias são bem de boa. Mas isto não quer dizer que seu namorado poderá dormir com você. Cada casa vai ter suas regras.

    abs

    Marcelo

  66. Carol disse:

    Oi Marcelo! Adorei o blog! Minha viagem está marcada em janeiro para Dublin. Eu vou fazer um curso de inglês de 2 meses e ficarei em homestay. Gostaria de te perguntar quanto de dinheiro levar nesse caso, pq na casa de família terei café da manhã e jantar incluídos. Outra coisa, como é a alimentação ae?

    abraços!

  67. Marcelo Góes disse:

    @Carol

    A homestay já está paga? Se sim é bem tranquilo pois você vai precisar apenas de dinheiro de transporte, lazer e compras. Daí é bem mais tranquilo o planejamento.

    abs

    Marcelo

  68. Érica disse:

    Olá Marcelo,
    Estou me planejando p viajar no mes de março ou abril 2011.
    Mas estou na duvida se vou em pacote de empresas ou vou pagando passagem escola tudo por minha conta..
    vc poderia me dar alguma sugestao em relaçao.
    Iria p ficar em republica, seria tudo bem economico p mim.. diria que é um grande desafio mas estou pronta para arriscar.
    Só tenho ingles basico hehe
    E ai o que me diz??

    valeuuuuu

    =)

  69. Érica disse:

    ahhh eu ja ia me esquendo…
    E quais seriam as escolas que eu poderia entrar em contato??

    =)
    obrigaduuuu

  70. Marcelo Góes disse:

    @Érica

    Definitivamente comprar tudo por sua conta é um mau negócio. Uma vez que você assume todos os riscos e responsabilidades.

    É totalmente recomendado que você procure uma agência de intercâmbio.

    Procure uma agência.

    abs

    Marcelo Góes

  71. MATEUS disse:

    Oi Marcelo, tudo bom? Estou indo para dublin dia 20 de fevereiro. Tenho duas dúvidas por agora: 1. tu falou no post “quanto de dinheiro levar para irlanda” que o melhor é levar um aparelho de celular do brasil e lá comprar o chipe… pergunto: pode ser qualquer marca de celular ou tem que ser uma específica? e 2. quanto à internet, por exemplo, nos apartamentos tem cabos ou é wireless ou tem que comprar 3g, como funciona?

    Abracos Mateus

  72. Marcelo Góes disse:

    @Mateus

    Qualquer aparelho GSM deve funcionar.

    Depende de apartamento para apartamento. Definitivamente é uma coisa a ser levada em consideração na hora de escolher aonde vai morar.

    Ex. No meu prédio não tinha NTL (internet e tv a cabo) tinha uma concorrente que tinha serviços inferiores, mas mesmo assim nos atendia. Tudo contratado a parte. Nenhum apartamento/casa “já vem” com estes serviços de graça.

    Agora tem lugar que vai ter outro tipo de serviço de internet ou não ter nenhum mesmo. Daí vai de quem tiver morando lá. Na primeira casa que morei um dos meus amigos tinha um outro serviço que esqueci o nome, enquanto um outro tinha um modem 3g. Daí é bom perguntar se na casa em que você vai morar já tem ou se é possível colocar.

    abs

    Marcelo

  73. Rodrigo disse:

    Marcelo,
    muito bom esse blog cara !
    Eu pretendo ir para irlanda em setembro de 2011 .
    Meu inglês aqui no Brasil digamos que é intermediário . Pelo o que eu ouvi dizer
    intermediário aqui básico ai ?!?!?!?!
    Isso é verdade cara ???
    Meu principal objetivo é estudar mas se eu consegui um emprego seria uma boa .
    E outra coisa aqui no Brasil trabalhei no MC DONALD´S acha dificil eu consegui um emprego ai no MC DONALD´S ???
    Só mais uma pergunta !
    4.000,00 euros é pouco para a viagem um intercâmbio de 6 meses ???

    obrigado !!!

  74. Marcelo Góes disse:

    @Rodrigo

    Cara, tudo vai depender do seu nível de inglês e da oportunidade surgir.
    Inglês feito aqui no Brasil depende muito de escola para escola. Eu já vi gente que estudou mais de 3 anos e chegou lá com inglês fraco.
    Mas a imersão em um país de língua inglesa ajuda muito a desenvolver. Portanto não se preocupe. Seu inglês vai melhorar rapidamente.

    4 mil euros para 6 meses deve ser suficiente se você não for de gastar muito. É só fazer uma projeção de gastos que você verá se vai durar ou não.

    abs

    Marcelo

  75. luciano disse:

    Ola marcelo!!!! tdu bm contigo? Andei meio fora de area por uns dias mas estou de volta,rsrsrsrsrs!!! c nao me engano jah tinha escrito sobre os custos na irlanda neh? mas como sempre ajudando demais nos futuros aventureiros!!!
    Abração pra ti e um feliz natal e ano novo adiantado!!!

  76. Geórgia disse:

    Ei, Marcelo!
    Gostaria de saber se tem algum curso que facilitaria meu emprego aih. Aki no Brasil sou professora de ed. fisica no ensino fundamental, fiz 8 anos de inglês (do qual tenho uma vaga lembraça), sempre trabalhei com crianças.Será q vc pd me dar alguma dika pra eu ter meu diferencial ja q a crise tah pegando por aih??? Desde ja agradeço!

  77. Marcelo Góes disse:

    @Geórgia

    Olá! Eu fico muito feliz em ver nomes novos por aqui!

    Eu te recomendo a leitura do artigo: O que fazer antes do intercâmbio.

    abs

    Boas festas

    Marcelo Góes

  78. Tiago Souza disse:

    Marcelo,

    Cabe ressaltar que agora o valor para entrar no país mudou, deixando de ser os 1000 euros, e sendo 3000 euros. Essa mudança está de acordo com o novo regime que saiu, e diz que a partir de 1 de abril de 2011, o estudante deve ter acesso a 3000 euros no primeiro registro, além das taxas do seu curso.

    Abraços! http://www.tiagosouza.com

  79. Alessandro disse:

    Parabéns pelo blog Marcelo!!!

    Estou a 8 meses em Dublin e realmente o valor de gasto mensal é conforme você descreveu. Eu quando cheguei gastava 350 por mes, após conseguir um emprego comecei a ter mais conforto e comodidade o que conseqüentemente aumentaram meus gastos.

  80. Marcelo Góes disse:

    @Tiago

    Esta informação ainda não está confirmada. Portanto não necessita de alteração. Existem infinitos boatos sobre isto, mas nada confirmado.

    abs

    Marcelo

  81. Alessandro disse:

    Parabéns pelo blog Marcelo!!

    Conheci o blog hoje e realmente estou surpreso pela qualidade do mesmo, realmente superou minhas expectativas, conteúdo muito bem elaborado, escrito e o que acho mais importante como neste post sobre as despesas é que você coloca muito bem dois cenários distintos o que possibilita quem esta vindo saber que da pra viver com pouco, porém
    você acaba ficando mais limitado e você também apresenta um outro cenário onde você tem uma situação mais confortável. Tenho certeza que você foi muito feliz em apresentar este assunto tão delicado de uma forma bem transparente e simples.

    Você com certeza é um formador de opinião para as pessoas que acessão o seu blog e acho muito imaturo ler em outros blogs/sites/comunidades que apresentação apenas um cenário de uma determinada situação. Na minha opinião acho extremamente forte/irresponsável dizer que não se consegue viver em Dublin com R$- ou R$+, acho que o papel de quem escreve é apresentar os possíveis cenários não simplesmente focar em um único cenário e sair fazendo conclusões.

    Realmente eu dificilmente viria para Dublin baseado nas informações que li em outras pesquisas que eu realizei onde moderadores, blogueiros apresentam apenas um visão sendo insensíveis com opiniões alheias.

    Eu estou em Dublin a 8 meses e realmente os valores apresentados por você estão de acordo. Eu quando cheguei passei dois meses gastando 350/mês, após conseguir um emprego realmente optei por mais conforto e comodidade o que conseqüentemente aumentaram minhas despesas.

    Parabéns e muito sucesso a você. Continuarei explorando o blog e sempre que tiver algum comentário, critica ou sugestão apareço para debater! Você possui alguma comunidade no Orkut?

  82. Marcelo Góes disse:

    @Alessandro

    Obrigado! Eu preciso manter a credibilidade alta senão vai o blog por água a baixo!

    abs

    Marcelo

  83. Marcelo Góes disse:

    @Alessandro

    Cara muito obrigado. Eu me dedico muito ao blog e tenho plena noção da responsabilidade das informações que aqui divulgo. Logo estou 100% comprometido com o leitor que pretende usar destas informações para fazer seu planejamento.

    abs e obrigado pela visita e comentário!

    Marcelo Góes

  84. Juliana disse:

    Olá Marcelo,

    Eu e meu namorado possuímos cidadania européia, a portuguesa.
    Vamos para a Irlanda em junho desse ano e gostaríamos de saber quanto deveremos levar para os tópicos abaixo:
    - aluguel para eu e meu namorado
    - alimentação
    - seguro saúde
    - curso de inglês (lembrando que fecharemos direto com a agencia qdo chegarmos aí)

    Acho que esses são os gastos básicos. Se possível, informe os valores por mês. Acho que será melhor para nos programarmos. Nossa intenção é passar um ano morando na Irlanda.

    Obrigada!!!!!

  85. Marcus disse:

    Marilia, teria alguma forma de eu entrar em contato com vc??? prentendo ir pra Irlanda, sou formado em Educação fisica e ir como voluntário seria uma opção interessante, comnheço amigos q trabalham com isso no Brasil e na faculdade tive experiencia com isso… vc pode me dar alguma informação a respeito???

    obrigado…

  86. Marcus disse:

    e ae Marcelo blz??? seguinte, eu e minha namo e mais um casal estamos fechando pra ir pra Irlanda no ano q vem, inico de 2012, jah foi fechado com a Agência e tudo… eu keria saber sobre o pais, se tem algo em relação a crise (meu primo esteve ai por 3 meses e falo q tem q ralar mto)… sobre emprego e tal, meu nivel de inglês é baixissimo, mas vou estudar durante o ano…. eu keria saber mais mesmo é só se manter, emprego, dificuldades… sou formado em Ed. Fisica,minha namo em ADM… o q não sei se significa algo em relação a conseguir emprego ai… q vai ser dificil e tem q ralar eu sei… mas se vc puder me ajudar com alguma informação, por favor… forte abraço…

  87. Marcelo Góes disse:

    @Marcus

    Se vocês não tiverem passaporte europeu não vale de muita coisa o curso superior. Na verdade, só valera mesmo quando vocês tiverem um alto nível de inglês mesmo assim vai precisar de sorte. Na Irlanda você conseguirá trabalhar em sub-empregos. E vai ter que ralar e se esforçar muito para conseguir um emprego. Não se iluda pensando que vai conseguir trabalhar na sua área sem antes ralar muito em outras áreas e atividades mais simples. São raríssimos os casos que conseguem. Neste artigo tem uma explicação muito boa e fiel as realidades da Irlanda. Logo tente fazer seu planejamento em volta destes números que apresentei que você terá boas chances de obter sucesso. Planeje pelo menos 6 meses sem trabalhar (sem entradas) para não se “aventurar” desnecessariamente e ter que voltar antes do necessário.

    abs

    Marcelo

  88. Patrícia disse:

    Ei Marcelo… Achei as melhores dicas sobre despesas nos seu Blog… Estou indo daqui 31 dias e vou para Galway. Vc já conheceu? Tem algo que vc possa me falar de lá especificamente? Estou ansiosa e também receosa… espero retorno…

  89. Marcelo Góes disse:

    @Patrícia

    Tudo que posso dizer é que é um lugar maravilhoso!

    Estive lá apenas a passeio, mas valeu cada segundo! É tudo verde!

    abs e boa viagem!

    Marcelo Góes

  90. @menezes1985 disse:

    Olá Marcelo, primeiro gostaria de te parabenizar pelo cuidado com o qual você apresenta as informações publicadas no seu blog. Ele é uma excelente plataforma de comunicação para quem deseja fazer um intercâmbio. O governo Irlandês exige, a partir de 1 de abril, 3 mil euros para ingressar no país. Vc acredita que esse é um bom valor para manter-se no país até arrumar um emprego?

  91. Marcelo Góes disse:

    @Menezes

    Obrigado pela visita e comentário!

    Sim, de fato agora são necessários 3 mil euros para conseguir o visto. E eu acredito que isto é muito bom, mas muito bom mesmo, pois vai ter muito menos gente sendo enganada por más agências de intercâmbio que só querem vender.
    3 mil é um número bom, pois o estudante com este dinheiro nas mãos está “preparado” para as primeiras despesas e período de adaptação enquanto desenvolve o inglês e consegue um trabalho fixo. Infelizmente tem muito vendedor que trabalha da forma errada e passa informações incorretas para os clientes.

    Se viajar despreparado você corre um sério risco de voltar mais cedo ou ter alguma dificuldade séria independente do tanto de dinheiro que você levar. Mais uma vez eu bato na tecla de que planejamento + organização são fundamentais.

    Portanto se você for bem organizado e conseguir manter sua base de despesas baixas, este dinheiro é tranquilo até que você se estabilize.

    abs

    Marcelo Góes

  92. Afonso disse:

    Olá Marcelo.

    Parabéns pelo Blog.

    Bem, sou formado em Educação Física e já vi que isso não resolve muito por aí né?

    Estou me planejando para passar 1 ano aí estudando inglês e trabalhando. Depois volto para o Brasil.

    Minha dúvida é que irei com minha esposa. Temos 36 anos de idade.

    1) O fato de irmos juntos atrapalha em algo na hora do visto? (Nós dois faremos o curso de inglês)

    2) Nossos gastos serão maiores ou será mais fácil por sermos dois trabalhando?

    3) A tabela de gastos que vc passou devo multiplicar por 2?

    4) A quantidade de euros para levar deve ser dobrada? 5000 euros “vale mais” para nós dois ou “vale menos”?

    5) Qual sua dica de acomodação por sermos um casal casado? Lembrando que seu exemplo de gastos serve para mim, pois não temos frescura e não somos de gastar com supérfluos. Podemos tranquilamente comprar nossa comida no mercado e preparar em casa.

    Por favor responda. Sei que será de grande valia o que vc disser.

    Um abraço.

  93. Marcelo Góes disse:

    @Afonso

    Vamos lá:

    1) O fato de irmos juntos atrapalha em algo na hora do visto? (Nós dois faremos o curso de inglês)
    Não. Viajando com toda a documentação necessária (carta da escola, seguro saúde e acomodação) vocês não deverão ter nenhum tipo de problema.

    2) Nossos gastos serão maiores ou será mais fácil por sermos dois trabalhando?
    Isso é relativo. Meus gastos aumentaram muito com a chegada da minha namorada (hoje esposa). Temos hábitos caros como comer em restaurantes finos por ex. Existe um tempo em que vocês vão demorar para conseguir um emprego fixo. Logo vocês tem que estar preparados para este tempo. Hoje em dia eu escuto muito através dos meus amigos que demora cerca de 4 meses para vocês conseguirem um emprego fixo.

    3) A tabela de gastos que vc passou devo multiplicar por 2?
    Sem dúvida.

    4) A quantidade de euros para levar deve ser dobrada? 5000 euros “vale mais” para nós dois ou “vale menos”?
    Na verdade, você deve iniciar seu planejamento já considerando as mudanças na imigração. No blog da Estudar no Exterior você pode encontrar as mudanças que ocorrerão a partir de Abril de 2011.

    5) Qual sua dica de acomodação por sermos um casal casado? Lembrando que seu exemplo de gastos serve para mim, pois não temos frescura e não somos de gastar com supérfluos. Podemos tranquilamente comprar nossa comida no mercado e preparar em casa.
    Eu gosto muito da idéia de ficar em casa de família. Apesar de ser ligeiramente mais caro. Mas por apenas duas semanas não vai apertar muito seu orçamento. Depois vocês devem considerar dividir um apartamento com outros estudantes. Nós moramos em um apartamento dividindo o mesmo com um outro casal. Funcionava muito bem.

    Considere a possibilidade de apenas 1 de vocês ir na frente. É mais em conta em um primeiro momento e o outro pode chegar com o primeiro já adiantado em relação a um emprego.

    abs

    Marcelo

  94. Afonso disse:

    Obrigado, Marcelo.

    Ajudou bastante.

    Mas o nosso aluguel não ficaria mais fácil para pagar. Por exemplo: eu sozinho pagaria 240. Esse valor não seria mais baixo com ela junto, pois seria uma pessoa a mais para dividir o aluguel com as pessoas da casa? Se meu pensamento estiver errado faça o favor de corrigir.

    Outra dúvida surgiu: se eu for na frente isso ajudaria para o caso que vc citou. Mas isso não atrapalharia nosso planos pois meu visto de um ano terminaria antes do dela. E aí?

    Um abraço. E se eu estiver enchendo é só avisar. rs rs rs

  95. Marcelo Góes disse:

    @Afonso

    Não. Normalmente o valor do aluguel é diluído baseado no numero de pessoas na casa. E por 240 euros você dificilmente conseguirá um quarto só para você.

    De fato sim, seu visto expira antes do dela. Mas eu disse isso baseado em uma possível renovação de visto no fato de que quase ninguém fica apenas 1 ano. =)

    Eu realmente acredito que se vocês estiverem “tranquilos” lá dificilmente voltarão dentro do programado.

    Veja bem, se vocês estão devida-mente programados para esta viagem, (aspecto financeiro, profissional e pós viagem) vocês podem ir juntos seguramente e viver intensamente este 1 ano pois voltarão para alguma coisa concreta aqui no Brasil na volta. Agora, se vocês não conseguem visualizar o retorno, especialmente na parte profissional, eu recomendo considerar e deixar margem para ficar mais tempo pois a experiência é muito boa. Claro que tudo vai depender dos seus resultados lá.

    Uma curiosidade: vocês tem filhos?

    Cara, eu adoro este blog. Tenho muito prazer em trabalhar nele. Escrever aqui e ajudar o tanto de pessoas que ajudo me faz bem. Fique sempre à vontade!

    abs

    Marcelo

  96. Afonso disse:

    Marcelo, entendi a parte do aluguel. Quis dizer que se por exemplo o aluguel custa 600 euros, 3 pessoas(eu e mais 2 pessoas) pagariam 200 euros cada, não é isso? Se eu levar minha esposa os 600 euros seriam rateados entre 4 pessoas, cada um pagando 150 euros. Não é isso?

    E como é a vida nessas residências? É tranquilo, todos se respeitam, cada um cuida do seu? Como é? Pode dar um resumo?

    Quanto a filhos nós não temos.

    Quanto a trabalho aqui no Brasil, sou funcionário público municipal concursado, em Americana-SP, próximo a Campinas. O salário não é lá uma maravilha, mas tenho estabilidade. Pelo regime no qual trabalho, posso tirar uma licença. E quando eu voltar meu emprego estará lá. Pra eu não voltar tem que dar muito, mas muito certo aí mesmo. Acha que é muito difícil de isso acontecer, ficar muito bom aí, a ponto de eu não voltar?

    Um abraço.

    PS.: Marcelo, se for possível, peça meu msn para que possamos conversar melhor.

  97. Afonso disse:

    Ok Marcelo.

    Eu li os quatro Nem tudo é um doce.

    Por que perguntou sobre termos filhos? Tem algo específico para falar sobre isso?

    E quanto a dar certo aí para eu adiar minha volta, acha muito difícil de isso acontecer ou é plausível?

    E não tenho preguiça de trabalhar, o que aparecer eu faço. Minha esposa também. Já que estamos no lugar tem que “abraçar” e seguir com o plano.

    Então, o que me diz?

    Um abraço.

  98. Afonso disse:

    Ah, outra coisa extra: é possível recuperar o valor investido no intercâmbio?

    Obrigado Marcelo.

    Ainda bem que vc é bem paciente. rs rs

  99. Marcelo Góes disse:

    @Afonso

    Perguntei sobre filhos porque é o que “pega” quando se vai para longe. Eu tenho um grande amigo que tem duas filhas e não vai para o exterior porque não quer ter elas longe. É tudo muito diferente quando se tem filho, especialmente para os deixar longe.

    Partindo do meu exemplo, eu fui para ficar 6 meses e fiquei 2 anos. Portanto acredito sim que vocês possam resolver ficar mais tempo. A gente vivia muito melhor proporcionalmente com o salário mínimo irlandês em Dublin trabalhando em subemprego do que ganhando “bem” trabalhando em nossas áreas e vivendo no Brasil. Resumindo a gente tinha mais qualidade de vida lá. Eu imagino que em um primeiro momento vocês possam querer aproveitar isto um pouco e depois voltar a tocar os planos de vocês.

    Se vai, que vá com raça! Se você se sente confortável com a idéia de trabalhar muito você terá menos surpresas.

    abs

    Marcelo

  100. Marcelo Góes disse:

    @Afonso

    Tudo depende da sua meta, dos seus gastos, do seu controle, do seu emprego e também de um pouco de sorte.

    Eu recuperei e voltei com alguns trocados a mais…

    abs

    Marcelo Góes

  101. Afonso disse:

    Valeu. Obrigado pela atenção Marcelo.

    Vou seguir com meu planejamento e na medida do possível vou te dizendo como estão indo as coisas.

    Não é pra já a minha ida, pois quero planejar bem e ir com segurança. Só espero que a idade não seja um problema para arrumar emprego lá. Tenho 36 e se eu for com 38, 40 anos, espero que esse fator idade não me prejudique.

    No mais, um abraço e obrigado pelas dicas.

    Afonso.

  102. Marcelo Góes disse:

    @Afonso

    Eu tenho um amigo na Irlanda que deve ter completado 50 anos no ano passado. Idade nunca foi problema para ele. Muito pelo contrário, ele sempre se mostrou muito mais dedicado do que muita gente mais nova. A determinação dele e motivação eram bem diferentes.

    Eu se fosse você, consideraria a possibilidade de ir para o Canadá também. Lá existem perspectivas de médio/longo prazo, no meu ver ideais para sua situção. (idade e estado civil).

    Me da seu email que te mando alguns links interessantes.

    Mas de qualquer forma, volte sim para contar o progresso do planejamento.

    abs

    Marcelo

  103. Marcelo Góes disse:

    @Afonso

    Sim. a parte do aluguel é isto mesmo. Mas indiferente disto, vocês pagam por 2 na divisão geral.

    Sobre como é dividir uma casa, eu te recomendo a leitura do artigo Nem tudo é doce em um intercâmbio. São 4 artigos. Mas eu adianto que depende demais de quem você mora junto. Eu digo que aprender a dividir uma casa foi uma das coisas mais difíceis de se aprender, pois cada um é de um jeito. Cada um é de um lugar, tem uma educação, hábitos.. Etc. Tivemos ótimas e péssimas experiências, mas isto não tem como prever.

    Dá uma folheada no blog. Leia a série O que fazer ao chegar. Tem muita informação que pode tirar a maioria das suas dúvidas.

    abs

    Marcelo

  104. Afonso disse:

    Ok Marcelo.

    Vou pensar no Canadá também. Acho um país interessante. Mas aí o custo irá subir também não é?

  105. Afonso disse:

    Marcelo,

    se não quiser responder eu vou entender. Mas vc disse que tinham uma qualidade de vida melhor na Irlanda, mesmo com subempregos. E pelo que disse tinham um emprego estável.

    Tiveram motivo para voltar? Por que não ficaram lá? Aconteceu algum problema?

    Seria impossível se estabelecer e ficar por lá?

    Um abraço.

  106. Marcelo Góes disse:

    @Afonso

    Voltamos por conta de outros projetos pessoais. Já tínhamos alcançado nossos objetivos por lá. É verdade que não fizemos força para ficar mais por conta da crise que estava para estourar.

    Impossível se estabelecer lá eu não diria, mas não é coisa fácil. Sem passaporte europeu a vida não é tão simples por lá.

    abs

    Marcelo

  107. Afonso disse:

    Ok Marcelo. Se não é impossível já tá bom. rs rs

    Bom e quanto a Dublin. É tranquilo com relação a segurança lá? Posso falar ao celular no meio da rua por exemplo, ninguém vai me roubar? Como é essa questão? Tem assalto, “saída de banco”, essas coisas que infelizmente estamos acostumados aqui. Se eu sair tarde do trabalho, corro muito risco de ser assaltado? Como é?

    Quanto a celular, tanto faz eu levar um desbloqueado daqui ou comprar um desbloqueado lá? Vão me vender o chip separadamente, sem problemas? Pelo que andei lendo o pessoal gosta bastante da O2. Isso procede?

    Um abraço.

  108. Marcelo Góes disse:

    @Afonso

    Quanto a falar no celular, pelo menos aqui em Belo Horizonte eu posso usar meu celular em praticamente qualquer lugar da cidade. Lá não é diferente. É bem mais tranquilo. Existem pequenos furtos, mas em proporções leves.

    Pelo menos enquanto eu morava na Irlanda todo mundo usava Vodafone. O2 era mais cara.

    Pode trazer o telefone tranquilamente e usar aqui.

    abs

    Marcelo

  109. Belle disse:

    Olá!!!

    Estou buscando informações para minha viagem para a Irlanda,e o melhor site que achei foi o seu! Mega Parabens pra ti!

    Bom, meu namorado vai para lá em Abril (04/2011), já fechou com a escola, pegou o passaporte, está tudo certo…

    Eu vou para lá só em 2013, pq ainda estou no 3º ano do colegio, e ano que vem vou trabalhar para conseguir o dinheiro. Estava pensando em juntar €3000, fiz a conversão agora e dá mais ou menos uns R$7000,00… Como meu namorado já vai estar lá a 2 anos, vai estar mais estabilizado e pode me ajudar.

    Você acha que isso dá, ou preciso juntar mais?!?

    Bom… por enquanto é isso! Mas muito obrigada mesmo pelo seu blog! É maravilhoso!

    Beijão!

  110. Marcelo Góes disse:

    @Belle

    Obrigado pelos elogios!

    Eu creio que você vai precisar dos €3000 + as despesas de passagem + escola + seguro saúde.

    É bem simples assim!

    abs

    Marcelo

  111. Gabriela disse:

    Marcelo, otimosss conselhos, eu estava mesmo pesando em gastos por la , agora ja ficou td mais clarooo:):)….
    Gostaria de uma opinião sua sobre qual escola eu escolho para fazer o curso de ingles por 6 meses? queria uma confiavel, boa e sem estourar o orçamento!!hauaauhau..
    Eu optei em não ir por agencia no brasil, achei o preço bem mais salgado. Queria ter contato diretamente com a escola para me matricular e outros serviços ..será que fiz bem?! tenho medo de entrar em algum golpe da escola..por favor, vc pode me dar uma opinião?! bjos

  112. Marcelo Góes disse:

    @Gabriela

    Eu respeito sua decisão de não contratar uma agência, mas devo advertir que pode não ser satisfatório.

    Definitivamente eu recomendo contratar uma agência de intercâmbio e posso afirmar que os preços praticados são os mesmos que as escolas sérias praticam. Contratar uma agência é contratar uma empresa especializada na prestação de serviços que você está contratando. Intercâmbio não é o tipo de coisa que se compra por preço.

    Leia o artigo: As 5 coisas mais importantes que esperamos de uma agência de intercâmbio.

    Me tire por exemplo, eu já fiz intercâmbio, falo inglês fluente, já trabalhei com intercâmbio e mesmo assim ainda estou contratando uma agência para prestar este serviço.

    Visite o site da Agência Estudar no Exterior. http://www.estudarnoexterior.com.br

    abs

    Marcelo

  113. José disse:

    Olá Marcelao…spu eu de novo e obrigado pela pronta rsposta…claro estou preparadíssimo, 101% como vc me aconselhou rsrsrsrs. Bom vanos ao q interessa….eu quase fechei o intercâmbio com uma agência de viagem, por fim, encontrei a melhor asaída negociar diretamente com a escola na qual estou matriculado, etc tal, ficou muito mais barato…um up! para mim….leio muito sobre seus artigos e conselhos, no quais me ajudam e muito. Chegarei em Dublin no final de fevereiro, tb estou me relcioanando com pessoas em comunidades que jás trabalham lá, a pergunta é: Meu Inglês é pre intermediário, vc acredita que em seis meses eu volte fluente ao Brasil? Claro tudo vai depender de mim…outra coisa é: Muito dificil encontrar estrangeiros para dividir, só encontro brasileiros…por acaso vc conheçe algum meio para que eu possa ter acesso a essa divisão com estrangeiros? Quero e muito praticvar meu Inglês e seria um desperdício (grana) ter q dividir só com brasileiro….Não consigo encontrar essa acomodação, claro em casa de família tenho planos, mas depois se eu conseguir emprego, pq é caro , mas eu quero para conhecer a cultura Irlandesa…
    A principio vou ficar uma semana num Hostel Studantil, ou seja, será que eu consigo em uma semana encontra a tão desejada moradia com estrangeiros?

    mais uma vez obrigado por tudo e vc é show! Conte comigo….

    José

  114. Marcelo Góes disse:

    @José

    Eu acho totalmente possível dividir o ap com estrangeiros. Muitos brasileiros, eu disse muitos, não o fazem por preguiça ou por conveniência de morar com amigos (mesmo amizades recentes) ou porque se sentem mais seguros. É verdade que alguns não o fazem por não falar inglês quando chegam e optam pelo mais fácil. Procure no daft que você acha.

    Eu penso que não é o fato de você morar com estrangeiros ou estudar em uma escola que “não” tenham brasileiros que vai fazer você aprender inglês. Se você tem este objetivo claro na sua mente, se dedique o máximo que puder que vai dar tudo certo.

    abs

    Marcelo Góes

  115. José disse:

    Obrigado mesmo Marcelo, afinal foi o que havia pensado!

  116. Marcelo Góes disse:

    @José

    As ordens!

    abs

    Marcelo Góes

  117. Guilherme reis disse:

    Parabéns Marcelo!!Suas dicas e comentários estão e serão muuito úteis aos brasileiros…
    Mas Marcelo fale um pouco de como foi seu relacionamento com os seus flatmates. A comunicação com o pessoal foi tranquila? Como era feita a divisão dos gastos na casa. Chegaste a moral com um europeu?Continue assim você e a Tarsila estão nos surpreendendo1
    Abraço

  118. Anderson disse:

    Marcelo, seu blog tem me ajudado muito!

    Eu vou em setembro. Já fechei escola (Seda), passagem aerea e seguro saúde (tava pensando em não fazer, mas fiquei com ”medo” depois de ler o seu artigo do ”perrengue” que você e sua mulher passaram… rs.

    É isso, parabéns pelo blog!

    abraço e sucesso!

  119. Taís Santiago disse:

    Muito bom o seu post Marcelo. Parabens!
    Procuro por experiências assim na Irlanda economica e proveitosa!
    Vou continuar seguindo seus posts. VALEU!
    Bjos

  120. Marcelo Góes disse:

    @Taís

    Obrigado pela visita e comentário!

    abs

    Marcelo

  121. bruno disse:

    boa noite marcelo.
    recentemente decidir fazer intercambio, e apos algumas pesquisa decidir optar pela irlanda. Meu inglês é básico (iniciante) e quero fazer um intensivo antes de ir, tenho algumas duvidas, a respeito do dinheiro que devo apresentar, que era 1000 euros e agora são 3000, com esse dinheiro eu posso me sustentar lá, pois eu vejo muita gente perguntando: “quanto devo levar?”, posso fazer uso desse dinheiro normalmente para me manter? Atualmente estou cursando o 5 periodo de administração de empresas, prentendo ir daqui 6 meses (trancar no 7 perido), deixando apenas o 7 e 8 para terminar quando voltar, vocÊ acha que é vantagem esperar formar e ir? ou ir antes de formar?

  122. Marcelo Góes disse:

    @Bruno

    Dinheiro
    Com estes €3.000 você gastando com as despesas básicas consegue se manter por mais ou menos 6 meses em Dublin. Eu acho ideal levar algo em torno de €200~€500 a mais para as primeiras despesas enquanto seu dinheiro fica no banco aguardando o extrato chegar.

    Faculdade
    Eu particularmente acho melhor ir antes de formar pois você consegue aprender inglês antes de formar além da experiência do intercâmbio em si. Ao voltar e se formar você já tem muito mais “bagagem” cultural e estará muito mais preparado para os processos de trainee.

    abs

    Marcelo

  123. Ana Paula Xavier disse:

    Marcelo, estou planejando um intercâmbio para a Irlanda em março de 2011. Qual o seguro saúde ideal para contratar. Achei um pouco caro o seguro que a agencia me ofereceu. Em torno de R$ 2.000,00. Eles sugeriram tb o seguro governamental,mas não tem recurso nenhum. Vc sabe me dizer qual seria melhor (custo x benefício)?

  124. anderson disse:

    Esse é o post mais importante de todos!!
    Adoro ler as perguntas das pessoas q ver que voce responde sempre com atenção…

  125. Philippe Costa disse:

    Marcelo, excelente post.

    Essa questão dos gastos mensais está pesando muito na minha decisão de ir pra Dublin.

    Acabei de comparar um curso de inglês na ECM College e resolvi ir em janeiro de 2012, se o mundo não acabar.

    Estou pesando em levar R$ 10.000,00 ( aproximandamente € 4.500,00 hoje ) e tinha dúvidas de que conseguiria me manter, sem trabalhar, por pelo menos seis meses.

    Pela informaçõa que você está no passando acredito que seja possível essa ideia. Você concorda?

    Ah.. tenho outra dúvida. Queria abusar da sua boa vontade e perguntar se você sabe alguma coisa das oportunidades na área de TI em Dubiln, pois sou formado e pós-graduado em Análise de Desenvolvimento de Software e meu inglês não é tão ridículo assim!

    Mais uma vez obrigado pelo “aviso aos navegantes”.

    Abraço!

  126. THIAGO TODON disse:

    Ola amigo…
    interessantissimo seu blog!

    Cara o que vou te perguntar nao tem muito a haver com o topico assim, mais sim o pais!

    Estou com uma dúvida gigantesca pra qual pais viajar… meu foco é o idioma!

    Se me desse umas dicas agradeceria muito…
    poderia responder via email, no meu trampo nao consigo acessar a web…

  127. Felipe disse:

    Iai marcelao, ajudou muito cara,Vou comprar o curso e vou levar uns 4,500 € acho que isso da pra passar 6 meses ne,abraco

  128. Marcelo Góes disse:

    @Felipe

    Se você não for muito consumista este dinheiro deve dar com folga.

    abs

    Marcelo

  129. Marcelo Góes disse:

    @Philippe

    Cara, area de TI é bem valorizada sim. Eu conheci pessoas que não demoraram muito para conseguir trabalho na Irlanda com diploma/experiência em TI. Mas os tempos são outros. É importante ter em mente que você pode acabar lavando prato ou limpando chão para se estabilizar. Tente TI sim. Mas tenha em mente que um trabalho mais simples pode ser necessário.

    Quanto a quantia que você pretende levar parece ser um bom valor. É o que sempre digo: Tudo depende dos seus gastos.

    abs

    Marcelo

  130. Marcelo Góes disse:

    @Anderson

    As perguntas são uma parte bem interessante pois as dúvidas de fulano também servem para ciclano.

    abs

    Marcelo

  131. Marcelo Góes disse:

    @Eduardo

    Eu tenho um amigo que atualmente trabalha como percussionista e vive de shows nos pubs.

    Tenta!

    abs

    Marcelo

  132. Marcelo Góes disse:

    @Ana

    Quanto melhor o seguro (cobertura) melhor.

    Seguro infelizmente é uma despesa pesada porém totalmente necessária.

    Eu normalmente viajo com o GTA Bronze. A cobertura é razoável.

    abs

    Marcelo

  133. Marcelo Góes disse:

    @Anderson

    Sobrar é melhor do que faltar.

    abs

    Marcelo

  134. Marcelo Góes disse:

    @Afonso

    No canadá é mais caro mesmo. Mas com certeza tem vários atrativos!

    abs

    Marcelo

  135. Taís disse:

    Obrigada pelas dicas, Marcelo!
    São vitais!!!!

    Adoro seu blog, é muito útil. Por favor, continue compartilhando suas informações conosco!

  136. Marcelo Góes disse:

    @Taís

    Sempre as ordens =)

    abs

    Marcelo

  137. Wagner Bordin disse:

    Olá Marcelo, sensacional o seu canal criado.
    Uma duvida. Pretendo ir para Dublim, fazer ingles e, depois, pós em um outro país europeu, possivelmente Holanda.
    Sou jornalista, trabalho em uma grande emissora no Brasil.
    Pelo oq leio, é difícil conseguir algo na área, apesar de falar razoavelmente bem o ingles. Estou certo?

    Outra coisa. 1 ano é um bom tempo para permanecer e fazer uma certa “gordura” para a pós? Ou vc acredita que um pouco mais é melhor?

    Valeu e Parabéns

  138. Marcelo Góes disse:

    @Wagner

    Na área é difícil sim. Pra quase todas as áreas exceto computação, algumas áreas da saúde e algumas engenharias.

    Como você é jornalista e já está “engatilhado” no mercado eu recomendo a você a tentar ser correspondente ou algo do tipo. Eu não conheço seu mercado o suficiente para te dar conselhos sobre ele, mas na minha humilde opinião eu vejo algumas oportunidades.

    Eu evoluí muito em 1 ano de Irlanda. Eu saí do zero no inglês pra praticamente fluente. Meu inglês não é acadêmico, mas eu consigo me comunicar com qualquer pessoa que fale inglês. Já escrever… É igual a uma criança sendo alfabetizada…

    Eu realmente quero melhorar meu inglês acadêmico e com certeza vai ser no exterior.

    Se a gordura que você se refere é em termos de conhecimento como eu disse acima é possível sim. Mas deve tomar cuidado com a gordura de verdade pois a Irlanda é o 4º maior consumidor de calorias do mundo.

    abs

    Marcelo

  139. Jamile Ferreira disse:

    Adorei o topico,tirou algumas duvidas.

  140. Marcelo Góes disse:

    @Jamile

    Que bom! Mas se tirou algumas dúvidas me conte quais dúvidas mais você tem para eu tentar te ajudar!

    abs

    Marcelo

  141. Carol disse:

    Nossa Marcelo parabéns!! Adorei o blog
    Eu e umas amigas estamos querendo fazer intercambio para Europa e estamos quase escolhendo Irlanda por ser mais em conta e por poder trabalhar e estudar.
    Queremos ficar no maximo 6 meses, a maioria vai esta formada ou se formando na faculdade. Como você acha que é o mercado de trabalho la, pois queremos trabalhar para ajudar a nos manter.

  142. Renata disse:

    Olá Marcelo!

    Pretendo ir para Bray em Março, confesso que estou com um pouco de medo devido a crise e possível dificuldade em conseguir trabalho.
    Estou no nível Básico de inglês e na data da viagem (Março/12) estarei no intermediário 1. Você acho que estudando lá por 2 meses já é possível conseguir algum trabalho, como de Au Pair por exemplo?
    Caso não consiga um emprego, você acredita que os 3000 euros é o suficiente para me manter por 6 meses de forma econômica?
    Muito obrigada, suas dicas são ótimas!

  143. Marcelo Góes disse:

    @Renata

    É impossível prever qualquer questão relacionada a conseguir trabalho. Depende de vários fatores.

    Os 3000 euros devem ser suficientes para viver durante estes 6 meses. Depende de você economizar.

    abs

    Marcelo

  144. Thais Melo disse:

    Olá Marcelo! Acabei de descobrir seu blog (fazem quase 3hs e desde então não parei de ler seus posts).
    Irei para Dublin em 2 ou 3 meses, e achei suas dicas muito válidas.. você falou sobre várias coisas que pensei e ainda não tinha visto em outro blog, ou se tinha visto, foi abordado de forma diferente.
    Quando vi o lugar que você morava, confesso que criei uma impressão que esse post aqui já me fez mudar sobre você: imaginei que fosse um “gastão” (porque imaginei que pagasse um absurdo pelo local que morava já que pelas fotos era um lugar bem legal!rs), mas vi que você é econômico e apesar de eu mesma ser um pouco “gastona” aqui no Brasil, essa é a postura que quero ter na Irlanda! Assim, penso também que garantirei mais um tempinho por lá!

    Bom, é isso.. estou lhe escrevendo só pq “pediu” uma opinião sobre o blog ali em cima! hehe

    Pelo o que entendi está em Miami agora né?! Boa sorte por aí! =)

  145. vivi disse:

    blog muito bom, marcelo a grna que eu voou levar lá é só os 3000 euros, será ue dá pra eu me manter? tow indo em janeiro 2012, quero trabalhar comoo au pair

  146. Elaine disse:

    Olá Marcelo! Seu blog é muito interessante. Eu tenho pesquisado muito, já estou com minha viagem marcada para novembro, para Dublin.
    Meu inglês é bom, mas bem básico e o objetivo do intercâmbio é adquirir fluência para melhorar meu currículo(sou jornalista).
    O que mais me preocupa agora é a procura de emprego quando eu chegar lá. Estou disposta a trabalhar em subempregos sim, mas não tenho experiência em absolutamente nada relativo a hotéis e restaurantes por ex.Sempre trabalhei como repórter de tv no Brasil. Vi que muita gente “inventa” um currículo mas eu naõ gostaria de fazer isso. Você acha possível encontrar emprego como floor staff, garçonete ou housekepper sem nenhuma experiência nesses trabalhos?
    O que vc acha?
    Obrigada!
    Abs
    Elaine

  147. roberto lang disse:

    ae marcelo, to indo morar em dublin, dia 18 agora, pretendo entrar numa faculdade de musica ae no ano que vem (Newpark music centre), eu nao estou levando os 3 mil euros que precisa para imigração pois eu tenho passaporte austriaco e acredito q eu possa entrar no país sem problemas… vc sabe alguma coisa sobre isso?? se os policiais do aeroporto podem me encher por nao ter o dinheiro em mãos…?
    e vc acha q com uns 800 euros por mes eu consigo viver bem por ai?
    obrigado…

  148. Marcelo Góes disse:

    @Thaís

    Eu estava em Miami e já estou em BH denovo resolvendo assuntos particulares.

    EUA agora só no ano que vem.

    abs

    Marcelo

  149. Marcelo Góes disse:

    @Roberto

    Se você tem passaporte Europeu fique tranquilo.

    abs

    Marcelo

  150. Marcelo Góes disse:

    @Elaine

    É possível sim. Tem que batalhar muito para conseguir.

    Eu também não sou a favor de inventar CV, mas confesso que já o fiz. Porém neste tipo de trabalho basta prestar atenção e ficar atento ao óbvio.

    abs

    Marcelo

  151. Bruno disse:

    Marcelo, parabens pelo blog.
    Estou planejando ir a Dublin em julho/2012. Pretendo levar na faixa de 4000 euros e passar com esse dinheiro pelo menos os 4 ou 5 primeiros meses. Gostaria de saber se com essa quantia seria possivel pagar os gastos mensais e ainda ter a disponibilidade pra fazer uma viagem ou ir para os pubs nos finais de semanas. Tenho muito medo de ir, o tempo passar e eu nao conseguir um emprego e meu dinheiro se acabar.

  152. Olá, Marcelo!

    Estou planejando ir para Dublin em junho/2013. Ainda estou pesquisando, fazendo orçamento nas agências, mas o que me assustou agora foi o fato de ter que comprovar 3000 euros para entrar na Irlanda. Pois bem, vou ter que ralar mais ainda no próximos 18 meses pra conseguir essa grana toda + escola + passagem + seguro.

    Estou adorando o seu site e tenho duas dúvidas. Primeiro, sou jornalista, tenho 24 anos (terei 26 em 2013) e falo inglês fluente. Já fiz intercâmbio pros EUA (4 semanas só) e faço um frila para um site americano (escrevo sobre TV) há um ano e meio. A minha dúvida é se as minhas chances de conseguir um emprego (na minha área de preferência, mas o que rolar tá ótimo) aumentam já chegando lá com inglês fluente.

    Minha segunda dúvida é o seguinte: o sonho da minha mãe é conhecer a Europa. Quando eu falei pra ela dessa idéia de eu ir fazer intercâmbio na Irlanda, ela se animou pra ir também e passar só um mês. Ela não fala inglês, mas está disposta a fazer um intensivão até lá pra ir pelo menos com um básico. A nossa idéia inicial era ela fazer um cursinho de 4 semanas e depois fazer a tão sonhada viagem dela pela Europa. Se ela vai passar só 4 semanas, ela tem que ter visto de estudante? E se tiver, ela tem que comprovar os 3000 euros também, mesmo sendo um período bem mais curto?

    Enfim, desculpa pelo testamento aqui, mas este foi o primeiro site realmente esclarecedor.

    Um abraço!

    Luciana

  153. Marcelo Góes disse:

    @Bruno

    Não está fácil não. Tem que ralar muito e correr a trás com muita dedicação.

    4000 é um dinheiro mais do que suficiente desde que você controle seus gastos.

    abs

    Marcelo

  154. Diego disse:

    Olá Marcelo. Gostaria de saber, qual era o seu nível de inglês quando foi para a Irlanda? Tenho um nível Intermediário e é isso que eu estou um pouco com receio. Parabéns pelo blog, está sensacional.

    Abr

  155. Marcelo Góes disse:

    @Diego

    Eu não falava inglês. Sai praticamente do zero.

    abs

    Marcelo

  156. Marcelo Góes disse:

    @Luciana

    Não conte com um trabalho em sua área por lá. Pelo menos do jeito que a economia anda, não considere conseguir um emprego muito rápido.
    Mas tente sempre!

    Quanto a sua mãe ir, é ok. A mãe de uma amiga foi também e ficou um tempinho por lá. Chegou inclusive a trabalhar como babá. (comroou um curso de 6+6 meses igual qualquer outro estudante)

    Ela pode viajar sem a necessidade de comprovar os 3000. Porém DEVE ir matriculada em uma escola e levar toda e qualquer tipo de prova de que vai voltar para o Brasil. Pois mãe e filha viajando juntas pode ser interpretado da maneira que voces não gostariam.

    abs

    Marcelo

  157. Diego disse:

    Muito obrigado pela resposta Marcelo. Mas sem querer ser muito chato com perguntas (já sendo), gostaria de aproveitar para perguntar a ti que tem experiência fora e tem o intuito de ajudar quem está planejando ir fazer Intercâmbio, principalmente para Irlanda. Além das aulas de inglês, quanto tempo mais vc passava estudando em casa? Vc poderia meio que resumir seu plano de estudo que fazia? Muito obrigado pela atenção! Abs

  158. Marcelo Góes disse:

    @Diego

    Cara, eu não estudava nada.

    Meu esforço por assim dizer era ir ao cinema, socializar e ler jornal/revistas/livros.

    abs

    Marcelo

  159. vania oliveira disse:

    Olá Marcelo,estou indo em janeiro de 2012 para escola ECM…sou fotógrafa e disposta a ficar um bom tempo fora do Brasil…estou me preparando para trabalhar no que pintar..rsrs…mas vc sabe algo relacionado com fotografia (tipo free lance,estúdios ou algo do tipo)e como funciona eventos sociais aí????(casamentos,15 anos,infantis)sabe se tem bom mercado para profissionais na minha área?????obrigada.

  160. Israel Marçal disse:

    Fala Marcelo, td certo?

    Amei seu blog, mto fera msm.

    Parabéns.

    Israel Marçal

  161. Amauri Ferreira disse:

    Olá Marcelo. Td bem?
    Eu estou em meu 1º ano de Engenharia de Produção e estou planejando daqui a 4 anos morar um ano em Dublin e se possível me especializar lá(meu objetivo). O que você têm a dizer em relação a isso? É difícil? Complicado? Impossível?
    Desde já Muito Obrigado!
    Amauri.

  162. Marcelo Góes disse:

    @Vania

    Eu como fotógrafo tentei por diversas vezes trabalhar como fotógrafo na Irlanda. O melhor que consegui foi trabalhar como assistente de um fotógrafo que por sorte é um dos melhores fotógrafos do mundo.

    Freelas para casamentos e formaturas é bem improvável de se conseguir pois eu tentei de várias formas. O que vejo como possível seria você tentar trabalhar para os brasileiros propriamente.

    É tudo bem diferente. Você vai entender isso quando estiver por lá.

    Boa sorte.

    abs

    Marcelo

  163. Marcelo Góes disse:

    @Israel

    Obrigado!

    abs

    Marcelo

  164. Marcelo Góes disse:

    @Amauri

    Complexa a pergunta. Espera chegar mais perto para redefinir seus objetivos.

    abs

    Marcelo

  165. Marcelo Furriel disse:

    Olá Marcelo, estou pretendendo fazer o intercâmbio na Irlanda em 2013(quando irei terminar o ensino médio), eu estarei com 17 anos. Você acha q vale a pena, ou é melhor eu ir direto para a faculdade?

  166. Marcelo Góes disse:

    @Marcelo

    Cara isso vai depender de você.

    Se você já sabe o que quer da vida em termos acadêmicos ir para a faculdade pode ser uma boa para você já ir se preparando para o mercado. Agora se ainda está em dúvida o intercâmbio pode te trazer novos horizontes e ajudar na escolha.

    abs

    Marcelo

  167. Tiago Martins disse:

    Olá Marcelo,

    Gostei muito do Blog, parabéns. Vou fazer intercâmbio daqui a 6 meses, estou pensando em ir para a Irlanda ( Dublin) mais ainda não decidi estou pesquisando bem o lugar. Você tem alguma dica?

    Abraço..

  168. Marcelo Góes disse:

    @Tiago

    Procure nos países de interesse as coisas que mais o agradam. Se você gosta de viajar, a Irlanda pode ser uma opção melhor pois é muito fácil viajar pela Europa.

    abs

    Marcelo

  169. diego disse:

    Olá Marcelo!
    Seguinte, vc acha que é válido comprar uma bicicleta para quem está fazendo intercâmbio na Irlanda? Se sim, sabe mais ou menos a faixa de uma na Irlanda? Obrigado

  170. Marcelo, nos conte mais sobre as suas experiência em dividir apartamento em Dublin. Como foi, no seu caso, para adquirir os eletrodomésticos e móveis?

  171. Marcelo Góes disse:

    @Diego

    Existem bicicletas e bicicletas… Eu definitivamente não entendo nada sobre isto.
    Eu sei que tem muita gente compra uma bike usada pagando uns 50 euros + -

    Naturalmente imagino que seja uma bike bem simples.

    abs

    Marcelo

  172. Marcelo Góes disse:

    @Guilherme

    Os apartamentos em sua grande maioria já vem mobiliados. Logo é entrar e morar.

    As coisas que compramos eram mais coisas pessoais como laptops e gadgets como ipods…

    abs

    Marcelo

  173. Rafael disse:

    Bom Dia,

    MArcelo, ainda responde aqui?

  174. Marcelo Góes disse:

    @Rafael

    Respondo sim!

    abs

    Marcelo

Scroll To Top
Content Protected Using Blog Protector By: PcDrome.