Inscrições abertas para bolsas de intercâmbio nos EUA

AFS Intercultura Brasil e Onda Doce oferecem 3 bolsas de estudo nos EUA para estudantes de Santos, Taubaté e Paranavaí poderem cursar um ano escolar.

 O AFS Intercultura Brasil, organização voluntária internacional de intercâmbio sem fins lucrativos abriu as inscrições para bolsas de intercâmbio anual em escolas de ensino médio nos Estados Unidos.
Em parceria com o Instituto Onda Doce, iniciativa do empresário Eduardo Peres Naufal, serão oferecidas três bolsas para jovens de 15 a 18 anos. Cada uma delas será destinada a um aluno de Taubaté, um de Santos e um de Paranavaí. Os candidatos aprovados no processo seletivo, que conta com quatro etapas, farão o embarque a partir de agosto de 2017.
Para a diretora nacional da AFS intercultura Brasil, Andreza Martins, o programa é a oportunidade de os jovens se tornarem novos líderes do século XXI. “A partir dessa experiência, os estudantes passam a ter sensibilidade a outras culturas, habilidade de se sentir confortável em ambientes não familiares, ver o mundo sob ângulos diferentes, entender a razão de alguns atos, até então, pouco compreendidos. É uma oportunidade que vai além do âmbito social, profissional e acadêmico, tem valor de autoconhecimento e reflexão”, explica.
O estudante que desejar participar da seleção precisa ter nascido entre março de 1999 e agosto de 2002, ter renda familiar de até seis salários mínimos, estar cursando o primeiro ou segundo ano do ensino médio, ter um alto desempenho acadêmico (acima de 80%), capacidade de liderança e ter nível de inglês a partir do intermediário, além de residir em algum dos três municípios contemplados pelo programa.
Processo seletivo é composto de testes e entrevistas
Os interessados deverão se inscrever pelo site entre os dias 5 de dezembro e 26 de dezembro de 2016. A inscrição é gratuita. O candidato deverá preencher a ficha de participação no site da instituição http://www.afs.org.br/onda-doce.html, incluindo documentos referentes as exigências citadas. O aluno fará também uma breve redação em português.
Para a segunda etapa, serão selecionados dez candidatos de cada cidade que preencherem os requisitos e melhor performance escolar. Os candidatos que finalizarem o preenchimento da documentação online e cumprirem todos os prazos serão convidados a participar de uma seleção presencial, que acontecerá em cada uma das três cidades em data e local previamente anunciados.
Nessa fase, os estudantes, além de passarem por um teste de proficiência de inglês, serão submetidos a entrevistas e dinâmicas.  Já na terceira etapa, a comissão irá organizar entrevistas presenciais com os familiares dos finalistas. E, finalmente, na última fase, o AFS analisará o relatório de entrevistas e divulgará o nome dos 3 vencedores e também 2 suplentes. O resultado final será divulgado no dia 03 de fevereiro de 2017.
Programa inclui benefícios como passagem aérea, hospedagem e mesada
Os candidatos selecionados pelo programa terão como benefícios passagem internacional de ida e volta, hospedagem, alimentação, seguro saúde, livros e transporte escolar, passagem doméstica nos EUA até a cidade onde ficará hospedado, passagem doméstica até o ponto de embarque internacional – podendo ser RJ ou SP (ida e volta) -, mesada de US$ 120 mensais durante o programa e  verba para emissão de passaporte e taxa de visto.
 Além disso, a instituição presta aos alunos suporte durante todo o processo do intercâmbio. “Todos os estudantes passam por orientações antes da viagem e recebem manuais com diversas informações úteis. Além disso, temos um telefone de plantão disponível 24h por dia em caso de urgência ou para esclarecer possíveis dúvidas”, comenta a diretora nacional.
Parceria AFS & Onda Doce
Em 2015, o empresário do setor de Açúcar, Álcool e Energia e fundador do Instituto Onda Doce, Eduardo Peres Naufal, procurou o AFS para realizar um sonho: proporcionar uma experiência de intercambio escolar a jovens promissores que não tem condições de arcar com os custos da viagem.
Eduardo teve essa oportunidade na sua adolescência e sabe que foi um grande diferencial para sua vida pessoal e profissional. Ele quer multiplicar esse efeito com o apoio do AFS e acredita no poder transformador do intercâmbio para a vida de um jovem. O programa foi realizado pela primeira vez no ano passado e foi um sucesso, tanto que o Onda Doce quis repetir a dose em 2016.
Sobre o AFS
O AFS Intercultura Brasil é uma organização voluntária de intercâmbio não governamental e sem fins lucrativos, comprometida em oferecer oportunidades de aprendizagem intercultural. Fundada há 60 anos no país, a instituição está presente em 18 estados, contando com cerca de mil voluntários.
A ONG é Integrante do AFS Intercultural Programs. A organização mundial está presente em 110 países e realiza mais de 12 mil intercâmbios por ano, com a colaboração de 42 mil voluntários em todo o mundo.
Criada em 1914, a instituição AFS nasceu quando jovens idealistas se recusaram a participar dos combates da Primeira Guerra Mundial, e entraram no campo de batalha como motoristas de ambulância para socorrer feridos, independente de sua nacionalidade e cultura.
Desde então, adotou a paz como um dos pilares da sua missão, que consiste em ampliar o acesso às competências interculturais necessárias para a formação de cidadãos globais que possam lidar com os desafios do mundo contemporâneo e contribuir para um mundo justo e pacífico.
Marcelo Góes
Marcelo Góes
Marcelo Góes realizou seu primeiro intercâmbio para Dublin na República da Irlanda aos 23 anos onde aprendeu inglês e teve a oportunidade de viajar por vários países da Europa.

Deixe seu comentário também