Inglês Americano X Inglês Britânico, quais as principais diferenças?


Olá pessoal!

Muitas pessoas quando começam a se interessar por estudar inglês na Irlanda ficam com dúvida sobre o inglês que é falado por lá.

Eu resolvi então convidar o Renato Alves que está a frente do blog Inglês na Rede para falar um pouco sobre as diferenças do inglês praticado nos EUA e do inglês britânico para nos ajudar a entender um pouco melhor.

Primeiramente eu gostaria de agradecer muito ao Renato pelo excelente artigo que ele preparou para todos vocês leitores do blog do intercâmbio! Eu particularmente achei o artigo sensacional e espero que vocês também gostem!

 

ingles na rede

 

Diferenças no Vocabulário (h3)

As principais diferenças entre o inglês americano e o inglês britânico ficam mesmo no vocabulário. Se você já estuda inglês a algum tempo já deve ter percebido que existem palavras que no inglês americano são escritas de uma maneira e no britânico de outra forma totalmente diferente. Acredito que seja mais uma questão cultural, por isso não tente se aprofundar muito em descobrir o porque disso ou daquilo.

Veja por exemplo a palavra fag em inglês, se você estiver em Londres e alguém te pergunta se você tem um fag, isso pode ser considerado algo natural pois na Inglaterra fag significa “cigarro”. Agora caso esteja em Nova Yorque e queira perguntar a alguém o que significa fag, isso pode ser um pouco mais complicado e constrangedor, pois no inglês americano fag é um termo perjorativo e muito ofensivo para o homossexual.

É nesta hora que o conhecimento da diferença entre os dois inglês é importante. Abaixo cito uma pequena lista de palavras usadas no inglês britânico e no inglês americano que acredito serem úteis para melhorar seu vocabulário em inglês e para você começar a entender as principais diferenças entre o inglês americano e o inglês britânico:

ingles americano britanico

Diferenças na Gramática

As diferenças na gramática entre o inglês britânico e o americano são um pouco maiores. Elas vão desde os tempos verbais até as preposições. Para o artigo não fica muito longo, irei considerar duas das principais diferenças entre o inglês britânico e o americano que você deve conhecer:

Present Perfect

Muito se discute como usar o Present Perfect corretamente em cursos de idiomas e entre os estudantes de inglês.

No inglês britânico o present perfect é usado para expressar uma ação que aconteceu num passado recente que tem um efeito no atual momento. Para que você entenda melhor, veja este exemplo prático:

Inglês Britânico:

· I’ve lost my key. Can you help me look for it? – Perdi minha chave. Pode me ajudar a procurá-la?

Inglês Americano:

· I lost my key. Can you help me look for it? – Perdi minha chave. Pode me ajudar a procurá-la?

No inglês britânico a frase “I lost my key”, seria considerada errada.

Possessivo

A diferença do possessivo entre o inglês britânico e americano estão basicamente no uso de have got e apenas have.

No inglês britânico sempre usamos have got. Exemplos:

· Have you got a bike? – Você tem bicicleta?

· He hasn’t got any money. – Ele não tem dinheiro.

No ingles americano é comumente mais usado apenas have. Observe as frases acima agora no inglês britânico:

· Do you have a bike? – Você tem bicicleta?

· He doesn’t have any money. – Ele não tem dinheiro.

É claro que existe outras diferenças na gramática tanto no inglês americano quanto no britânico, o bom é que você fique de olhos bem abertos e sempre que nota algo diferente anote.

Diferenças na Pronúncia

As diferenças na pronúncia é uma das partes que mais preocupa quem estuda inglês. Não tem como explicar todas as diferenças entre os dois inglês, abaixo vou explicar apenas três exemplos que acho importante que você tome conhecimento.

– No inglês britânico, o “a” em palavras como can’t, class e fast é pronunciado na parte de trás da boca, ao passo que no inglês americano, ele é pronunciado na parte da frente da boca.

– No inglês britânico, a consoante /r/ é pronunciada somente antes de uma vogal (por exemplo, em red e bedroom). Em todos os demais casos, o /r/ é silencioso, soando mais similar ao som “ah” (por exemplo, em car, learn, over). No inglês americano, o /r/ é sempre pronunciado onde quer que esteja em uma palavra.

– No inglês americano, o “t” entre vogais é pronunciado como um “d” suavizado, fazendo com que as palavras writer e rider tenham pronúncias similares. Os falantes britânicos geralmente pronunciam o “t” como /t/ em português.

Essas são só apenas algumas das várias diferenças na pronúncia entre o inglês americano e britãnico. O melhor mesmo é que você ficar de olho bem abertos e se puder, estude a fonética nos dois idiomas.

Diferenças na Ortografia

As diferenças ortográficas é onde mais pesa entre o inglês britânico e americano. Ao longo de seu estudo do inglês, você perceberá que o inglês britânico contém muitas palavras de origem francesa, ao passo que o inglês americano prefere escrever da mesma forma que eles leem/falam a palavra.

Abaixo cito as principais diferenças que você encontrará ao longo de seus estudos da língua inglesa, seja ele britânico ou americano.

– Algumas palavras que terminam em -ter no inglês americano, como theater (teatro) ou center (centro), são grafadas com -tre no inglês britânico, elas ficam assim: theatre, centre.

– Palavras que terminam em -or no inglês americano, como labor (trabalho) e honor (honra), são grafadas no final com -our no inglês britânico, resultando em: labour, honour.

– Muitos verbos terminados em -ize no inglês americano são geralmente grafados com -ise no inglês britânico. Assim, realize (perceber, dar-se conta) se torna realise no inglês britânico.

– O -l final em palavras como travel (viajar) é repetido no inglês britânico, o que resulta em palavras como traveller e travelling.

Conclusão

Como pudemos ver nestas 4 diferenças entre o inglês britânico e o inglês americano, as diferenças não são tão extraordinárias, mas podem confundir muito se um pouco de atenção não for dada a elas.

Por isso é importante que você preste bastante atenção quando estiver lendo uma notícia em inglês, escutando um podcast ou mesmo quando estiver no seu curso de idioma.

Com tempo e prática, tudo ficará mais claro e fácil.

Enjoy your studies!

 

Twitter: @inglesnarede (Twitter do Blog)

Facebook: facebook.com/inglesnaredeblog (Crescente comunidade de estudantes de inglês online)

Twitter: @RenatoNascAlves (Twitter pessoal)

Blog: http://inglesnarede.com.br/ (Blog de Inglês)

 

abs a todos! Renato Alves

Se você está interessado em fazer algum curso de idiomas no exterior você pode utilizar a nossa ferramenta de orçamentos e receber propostas sem compromisso das agências de intercâmbio parceiras deste blog! Basta preencher o formulário abaixo:

Seu nome (obrigatório)

Seu e-mail (obrigatório)

confirmar e-mail (obrigatório)

Seu telefone de contato

Sua Cidade de origem (obrigatório)

Pretende viajar com quem?
 Sozinho (a) Companheiro (a) com amigos grupo

Pretende viajar quando?
 até 1 mês até 3 meses até 6 meses até 12 meses outro

Deseja fazer intercâmbio por quanto tempo?

 até 1 mês até 3 meses até 6 meses até 12 meses outro

Precisa de orçamento para quais serviços?

 Curso passagens seguro saúde translado acomodação casa de família acomodação residência estudantil carteira de estudante internacional

Destino(s) de Intercâmbio (selecione CTRL para selecionar mais de um)

Informações adicionais

captcha

Escreva estes caracteres abaixo e click em enviar.

abs

Marcelo Góes

Marcelo Góes realizou seu primeiro intercâmbio para Dublin na República da Irlanda aos 23 anos onde aprendeu inglês e teve a oportunidade de viajar por vários países da Europa. Atualmente ele é estudante de Direito em Belo Horizonte, sua cidade natal.Welcome to Blog do intercambio por Marcelo Goes. Go ahead and click around, there is a ton of new stuff to check out.

Comentários

  1. Renato Alves disse:

    De fato o artigo ficou muito bom. Obrigado pela oportunidade de escrever um artigo aqui em seu blog. Além de ajudar muitas pessoas com as dicas que coloquei neste artigo.

    Espero que seus leitores gostem.

    Abraços!

    Twitter – @RenatoNascAlves @inglesnarede

  2. Marcelo Góes disse:

    @Renato

    Muito obrigado mesmo! O artigo ficou sensacional!

    abs

    Marcelo

  3. Carina disse:

    Wooooooow.
    Nossa eu não sabia que tinha tantas diferenças Marcelo!
    Fiquei mesmo curiosa a respeito e vou pesquisar mais sobre!
    Adorei o post.
    Vocês dois estão de parabéns!

  4. Rafael disse:

    parabéns pelo post!
    me ajudou muito :)
    eu tinha muitas duvidas com relaçao a pronuncia e algumas palavras… Mas agora ficou bem mais claro pra mim. thank ya

  5. philipe disse:

    O of com som de ov é pronunciado em todo os tipo de inglês?

  6. Marcelo Góes disse:

    @Carina

    Pois é! Eu achava também que era pouca coisa.

    abs

    Marcelo

  7. Marcelo Góes disse:

    @Rafael

    Que legal cara!

    Obrigado pela visita e comentário!

    abs

    Marcelo Góes

  8. Marcelo Góes disse:

    @Philipe

    Eu dei um toque para o Renato responder esta pergunta.

    abs

    Marcelo

  9. Luiz Claudio Carneiro disse:

    Um jeito bom de notar as diferenças é ver e ouvir entrevistas de artistas britânicos e americanos. Um bom exemplo são as antigas entrevistas dos Beatles, com o sotaque de Liverpool. Depois veja uma do Tom hanks, por exemplo. Vale a pena, é só por um fone e aguçar o ouvido.

  10. mari disse:

    muito bom, me tirou varias duvidas (:

  11. Ellen disse:

    nossa, muito legal!

    Obrigada

  12. Thaisa disse:

    Eu já sabia da diferença de pronúncia porque assim que comecei a cursar letras a minha professora de inglês pronunciava letter e water com som de ”t” e eu gosto de falar com som de ”r”, que acredito ser mais bonito. na última prova desse semestre, tive que identificar a palavra de acordo com a transcrição fonética e depois criar uma sentença com aquelas palavras e tive muita dificuldade, pois os símbolos eram diferentes do meu dic oxford, ñ tinham todos, enfim, consegui comprar um livro com dicas de pronúncia, mas não tem os símbolos fonéticos, porém vai me ajudar a aprender um pouco mais sobre a diferença de pronúncia!

  13. Renato Alves disse:

    Olá Felipe, técnicamente falando não. Em alguns diálogos o “of” tem sem de “of” mesmo. Porém em outros tem o som de “ov”.
    Acredito que não seja uma questão de o inglês ser americano ou britânico.

    Espero ter ajudado, qualquer dúvida é só perguntar. Cya!

  14. Renato Alves disse:

    Concordo com você Luis. Eu por exemplo, sempre gosto de variar nas revistas em inglês que leio. Um mês leio a The Econosmist (que é britânica) em outro mês leio a The Times (que é americana). É muito bom para praticar o inglês e notar algumas diferenças. Abraços e obrigado pelo comentário.

  15. Muito bom esse post, o mesmo coloca de maneira clara e concisa as principais diferenças entre o inglês americano e o britânico. Com relação à pronúncia de modo geral, no inglês britânico parece que eles estão falando com uma batata na boca, enquanto que no inglês americano parece que estão falando e mascando chiclete ao mesmo tempo! Já perceberam isso?

  16. Marcelo Góes disse:

    @Cristiano

    Obrigado pela visita e comentário!

    abs

    Marcelo

  17. Marcelo Góes disse:

    @Thaisa

    Oi! Que legal que você esta conseguindo usar o artigo!

    Se tiver alguma dúvida pode tanto postar aqui ou no blog do Renato!

    abs

    Marcelo

  18. Marcelo Góes disse:

    @Ellen

    Obrigado pela visita e pelo comentário!

    abs

    Marcelo

  19. Marcelo Góes disse:

    @Mari

    Obrigado pela visita e pelo comentário!

    abs

    Marcelo

  20. Ana Dias disse:

    Realmente uma pessoa corre o risco de num mesmo texto estar a escrever na grafia americana e na grafia britânica… :-// Vou estar mais atenta! Obrigada!

  21. BiaH disse:

    Muito bom o artigo. Estou estudando o inglês britânico e adoro procurar as diferenças, porq por mais que eu tente, usar só o britânico é quase impossível quando se ainda tem grande influência do americano.

    Mas tenho uma dúvida quanto a pronúncia, na verdade de várias, mas tem uma que ninguém ainda me ajudou a sanar, que é a respeito da palavra “quarter”.
    No Longman “dicionário escolar”, consegui captar o som da pronúncia no americano, mas quanto ao britânico tenho sérias dúvidas….
    Alguém poderia me ajudar.
    Porq a voz “Do Cd” que deixa confusa…
    Ajuda! Aguardo respostas. Obrigada

  22. Jerson disse:

    Parabéns pelo artigo Marcelo/Renato, simples e essencial!

  23. Thiago disse:

    Seu site é muito bom e vc explica tudo muito bem, continue com o trabalho, tenho certeza que ajuda muita gente.

  24. Renato Alves disse:

    Cristiano, na verdade já ouvi falar isso sim. é bem interessante como estão falando o mesmo inglês e de formas tão diferentes. rssrsrs, obrigado pelo comentário. Cya!

  25. Renato Alves disse:

    Obrigado pelo apoio, o Marcelo está fazendo o possível para trazer dicas de grande qualidade para o Blog e acima de tudo que ajude os leitores. Abraços!

  26. Renato Alves disse:

    Jerson, muito obrigado pelo carinho. :)

  27. Renato Alves disse:

    Biah tem uma questão interessante nesta palavra é que em ambos os ingleses o som é diferente. Por isso se você for no dicionário online da Longmam você irá escutar a palavra quarter de um jeito.

    Também se você for no Merriam Webster (que é tipo o Aurélio dos Estados Unidos) você verá que a pronúncia não é mesma.

    Então para você entender é uma questão de lugar e um pouco de pratica.

    Espero ter ajudado. Cya!

  28. Rafael disse:

    Estou iniciando um curso de inglês britânico, mais lendo sobre esse tipo de ingles não tenho visto muitos pró…o britanico é interessante ou não?

  29. Marcelo Góes disse:

    @Rafael

    Eu entendo que sim. É um inglês mais “elegante”. Bem mais bonito que o inglês americano por exemplo.

    abs

    Marcelo

  30. Bruna Duarte disse:

    Eu ADOOOOOORO o inglês britânico.
    Acho muito charmoso o sotaque deles!!
    Estou indo para Inglaterra em Janeiro e criei um blog..
    Dá uma olhadinha http://www.brunaduarte.com.br
    Bjss

  31. Tully disse:

    Então…Eu amoooooo o inglês britânico…Tou numa fase apaixonada por romances do tempo da regência, lendo muito Jane Austen, e uma palavra tem me chamado a atenção…Pelo menos nos filmes mais antigos, os personagens falam muito a palavra Indeed, que significa alguma coisa como: de fato. No inglês americano nunca tinha ouvido essa palavra…Ela ainda é utilizada? Na Inglaterra? OU é uma palavra que foi substituída por outras? E qual seria uma referente a essa no inglês americano?

  32. ronacelly disse:

    muito bom msm o seu post tirei muitas duvidas e ganhei um 10 no meu trabalho de ingles muito obrigada msm a vcs dois renato/marcelo vlw por ter me ajudado pois estou na 9* ano e pretendo passar com esse trabalho…

  33. talita disse:

    ficou muito bom, me ajudou muito no meu trabalho