segunda-feira, 22 de setembro, de 2014
Leia também:
Você está aqui: Capa » Dicas de Intercâmbio » 7 Motivos para fazer seu intercâmbio na Irlanda

7 Motivos para fazer seu intercâmbio na Irlanda

 

Olá pessoal!

Ao decidir fazer um intercâmbio você automaticamente inicia uma nova etapa que com toda certeza vai marcar sua vida para sempre.

Veja aqui 7 motivos para você escolher fazer seu intercâmbio na Irlanda.

E tudo começa com a escolha do seu destino! E hoje eu vou escrever um pouco sobre os 7 principais motivos para que você escolha a Irlanda como destino do seu intercâmbio.

1- Facilidade em obtenção no visto:

Pode parecer bobagem, mas muitos estudantes (assim como eu) optam em ir para a Irlanda pela facilidade do visto. Não existe a mesma burocracia de outros destinos consagrados como Estados Unidos, Inglaterra, Austrália ou Canadá. Entre elas:

Burocracias nos outros países

- Tirar o visto antes de embarcar (Mesmo assim, não existe uma garantia de que você vai de fato entrar no país);

- Comprovar renda;

- Fazer entrevista no consulado;

- Pagamento de taxas consulares.

Na Irlanda, tudo o que você precisa é:

Burocracias na Irlanda

- Comprar um curso (normalmente de inglês);

- Comprar seguro saúde;

- Indicar um local para morar (mesmo que temporariamente);

- Comprar passagem aérea de ida e volta;

- Portar €3000 Euros.

Ou seja, praticamente não existe burocracia para se estudar na Irlanda uma vez que despesas com curso, seguro saúde, passagem e dinheiro para se manter são necessários em qualquer lugar.

2- Riqueza de cultura:

É engraçado, mas quando eu fui para a Irlanda eu sabia muito pouco sobre o país, sua cultura e tradições. E ao chegar na Irlanda eu me deparei com diversas coisas relacionadas com a Irlanda que aconteceram na minha vida, que sem querer me “levaram” até lá.

A sua história é por si só um belo atrativo para quem deseja conhecer o país. É uma nação de história sofrida e dividida pela Coroa Inglesa que por muitos anos impôs sua vontade com mão de ferro.

É um povo alegre e festeiro. Existem muitos Pubs no país e o Irlandês adora uma boa cerveja. Na região conhecida como “Temple Bar” você vai encontrar diversos Pubs e pessoas do mundo inteiro! Ótima pedida para tomar a famosa cerveja Guiness.

É conhecida internacionalmente na música por bandas como: U2, Cranberries, Enya e The Corrs entre outros.

Na literatura tem diversos escritores famosos como: James Joyce, Oscar Wilde, Bram Stoker e Herminie T. Kavanagh entre outros.

Além dos tradicionais esportes de origem inglesa como Boxe, Futebol e Rugby, o país tem esportes próprios e que você dificilmente vai encontrar fora da Irlanda. Gaelic Soccer e Hurling.

Gaelic soccer é uma espécie de futebol que pode ser jogado tanto com as mãos quanto com os pés.

É considerado o maior esporte amador do mundo.

Na Irlanda é um orgulho você jogar pelo seu time. Os jogadores não recebem salários e muitos deles tem profissões normais como, dentistas, médicos, carpinteiros, policiais…

Veja você mesmo como é o jogo:

Assim como o Gaelic Soccer o Hurling é um esporte amador. É uma mistura de Hokey com baseball na grama…

 

3- Poder trabalhar legalmente no país com visto de estudante:

O visto de estudante na Irlanda permite trabalhar legalmente em cursos com duração superior a seis meses por até 20 horas semanais o que facilita o aprendizado e enriquece a experiência do estudante. O visto de estudante nos cursos de seis meses tem validade de um ano. Assim, após os seis primeiros meses de aula o estudante tem o direito de permanecer na Irlanda e ainda pode trabalhar legalmente por até 40 horas semanais ou mesmo viajar pela União Europeia. Esta é também uma ótima oportunidade para recuperar parte do dinheiro investido no intercâmbio.

4- Ser um país membro da União Europeia:

O simples fato da Irlanda ser um país membro da União Europeia permite ao estudante com visto irlandês livre acesso ao viajar por toda a União Europeia. Isto proporciona um ganho de cultura muito mais amplo, sendo possível viajar por outros países cheios de cultura e história como França, Inglaterra, Itália, Espanha, Alemanha, Holanda entre outros. E os custos para poder viajar de um país para o outro são bem em conta. Uma vantagem adicional é que a maioria destes países utiliza o Euro como moeda oficial e viajar de um país para o outro é bem simples.

5- Preço atrativo para estudantes brasileiros;

A verdade é que a Irlanda veio popularizar o intercâmbio entre os brasileiros. Antigamente, quem fazia intercâmbio era quem realmente tinha uma boa condição financeira. Pois era realmente caro. Nós sabemos que o preço tem um papel fundamental para a maioria das pessoas na hora de tomar uma decisão. E por todas as vantagens que a Irlanda oferece em comparação aos outros destinos de intercâmbio a demanda pelo país cresceu. E com isso vieram mais escolas e a popularização dos preços dos cursos de inglês. Fazendo com que cada vez mais brasileiros tenham acesso a programas de intercâmbio.

Hoje em dia é possível fazer um intercâmbio para a Irlanda gastando apenas R$6000 (seis mil reais) com curso + acomodação por duas semanas + seguro saúde + passagem aérea de ida e volta. Em 2007 quando eu fiz meu intercâmbio para a Irlanda eu gastei com curso + acomodação por duas semanas + seguro saúde + passagem aérea de ida e volta 13.500 (treze mil e quinhentos reais).

6- Hospitalidade:

O brasileiro é bem recebido na Irlanda e o povo Irlandês já se acostumou um pouco com nosso jeito. Eles sabem que somos dedicados no aprendizado e também somos bons trabalhadores.

Os estudantes são importantes peças na economia uma vez que deixam no país dinheiro e movimentam o mercado. Afinal os estudantes também demandam por casa, comida, bens de consumo e lazer.

Uma coisa muito importante é ter em mente que nós é que temos que nos adaptar aos costumes e tradições de qualquer lugar que viemos a conhecer. Assim evitamos choques e nos damos a oportunidade de conhecer e se envolver em uma nova cultura.

7- Paisagens de tirar o folego

Conhecida pelo apelido de Emerald Isle (Ilha Esmeralda), a Irlanda é famosa pelo verde vivo de sua paisagem e pela rica história Celta de seu povo. Em qualquer passeio que você fizer pela Irlanda você vai se surpreender com paisagens maravilhosas.

Você também vai encontrar vários castelos medievais. Simplesmente imperdível!


  • Veja como é bem simples ajudar o blog! Click no link abaixo e veja como!

Clique aqui para solicitar um orçamento de intercâmbio dos parceiros deste blog!

 

Abs

Marcelo Góes

Sobre Marcelo Góes

Marcelo Góes realizou seu primeiro intercâmbio para Dublin na República da Irlanda aos 23 anos onde aprendeu inglês e teve a oportunidade de viajar por vários países da Europa. Atualmente ele é estudante de Direito em Belo Horizonte, sua cidade natal.

Comentários

  1. Rodrigo Santos disse:

    Cara curto demais seu blog já li todas as matérias e fico sempre na espectativa por novas historias hj é a primeira vez q comento e estou fechando td para ir em Janeiro 2011 Abç.

    Ps: te sigo no twitter coloca coisas do blog lá tbm vlw

  2. Marcelo Góes disse:

    @Rodrigo

    Pode deixar que vou manter o twitter atualizado sim!

    Obrigado pela visita e comentário!

    abs

    Marcelo Góes

  3. luciano disse:

    Como sempre esclarecendo muitas duvidas de pessoas que ainda nao tiveram a oportunidade de fazer um intercambio!!! muito legal mesmo marcelo!!! obrigado por compartilhar com todos que tem pretendem visitar a irlanda!!!

  4. Renato Lagares disse:

    Mais um post sensacional Marcelo! gostei bastante. Nao foi atoa que escolhi a Irlanda para fazer o meu intercambio. Aconselho a todos a fazerem!

    Abraços

    Renato

  5. Carina disse:

    Marcelo… 7 motivos são poucos, hahaha
    mas com certeza o fato de se poder trabalhar enquanto estuda, as lindas paisagens e a cultura Celta com certeza me chamam mais a atenção.
    Não preciso nem falar dos castelos né? Minha verdadeira paixão.
    Abs

  6. Marcelo Góes disse:

    @Luciano

    Cara, tomara que todos vocês realizem seu sonho de fazer intercâmbio!

    abs

    Marcelo Góes

  7. Marcelo Góes disse:

    @Renato

    Valeu Renato!

    abs

    Marcelo Góes

  8. Marcelo Góes disse:

    @Carina!

    Se são poucos!

    Mas eu tenho que deixar algumas coisas para vocês conhecerem por vocês mesmos!

    abs

    Marcelo Góes

  9. Juliano disse:

    Ótimo blog, ótimo post…

    Termino minha faculdade de enfermagem ano que vem e gostaria de ir a Irlanda aprimorar o inglês,para então fazer o EMT “paramedic” nos EUA.

    Pode me tirar algumas dúvidas?

    1 – É possível (oneroso) a revalidação do diploma de enfermagem para a Irlanda..?

    2 – É possível com 10k aprimorar o inglês e ficar os resto do ano trabalhando (trabalhos diversos) no pais?

    3 – Pode comentar um pouco sobre o o serviço de atendimento as emergências (voluntariado? remunerado?) e sobre os bombeiros de lá (sou bombeiro aqui em meu estado, MT).

    Abços…

  10. Marcelo Góes disse:

    @Juliano

    Opa! vamos lá:

    1- Acredito que para todos os cursos seja possível fazer uma validação na Irlanda. Eu já ouvi alguém falando que os cursos na área de saúde são um pouco mais complicados. Daí eu realmente não tenho como te dar uma reposta mais concreta. Vou ver se algum conhecido sabe de alguma coisa.

    2- Eu acho 10k Reais ok. Eu me conheço e sei mais ou menos como me organizar com este dinheiro. Agora vai depender mais dos seus habitos de consumo do que qualquer outra coisa. Só de curso, passagem, acomodação inicial e seguro saúde você deve gastar 70% deste dinheiro.
    Dá uma lida no artigo:

    3- Cara eu realmente não sei como funcionam. Esta eu vou ficar te devendo mesmo.

    abs

    Marcelo Góes

  11. Ricardo disse:

    cara eu descobri seu blog e gostei DEMAISSSSSS, tinha vontade de ir fazer intercambio nos EUA mas logo de cara ja gostei da irlanda.
    mas gostaria de saber…

    1- com 10mil reais, quanto tempo vc acha que dá p/ ficar sem precisar de 1 tralhado com urgencia.( sendo nos 10 mil a embutido passagem escola por 6 meses e moradia por 1 semana)

    2-meu nivel de ingles é baixo, fiz curso mas sei apenas o básicão teria algum problema serio?

    3 – melhor epoca para ir?

    obs : levando no minimo 10k sabendo me organizar bem com esse $$…

    abraço

  12. hugo leonardo disse:

    parabens pelo blog

  13. Marcelo Góes disse:

    @Hugo Leonardo

    Obrigado!

    Volte sempre!

    Abs

    Marcelo

  14. Grande MArcelo…

    Muito legal o texto e muito bacanas as informações também de certo modo me convenceu a fazer meu futuro intercâmbio na Irlanda. Vamos ver a vontade de Deus… Mas é isso ai parabéns pelo blog…

  15. Marcelo Góes disse:

    @Gustavo

    Que bom que você gostou! Volte sempre!

    abs

    Marcelo

  16. Carlos Alberto disse:

    Marcelo,

    parabéns pelo blog. Sou jornalista, já morei um ano no exterior e estou pensando fazer um intercâmbio para a Irlanda. Aos 58 anos, você acha que encontraria alguma dificuldade para fazer o intercâmbio e trabalhar, mesmo que não seja na área de comunicação social?

    Um grande abraço,

    C.Alberto

  17. Marcelo Góes disse:

    @Carlos Alberto

    Obrigado!

    Um dos meus melhores amigos na Irlanda é o Guilherme Vianna, carioca do Rio de Janeiro. Ele tinha 48 anos quando conheci ele! Ele está lá trabalhando numa boa, levando uma vida de boa!

    No momento emprego está um pouco complicado para todo mundo, mas acredito que com dedicação você pode conseguir um emprego sim.

    Eu não sei informar exatamente se existe alguma restrição quanto a idade, mas encaminhei seu contato para a Estudar no Exterior Intercâmbio. Logo as meninas vão te orientar apropriadamente.

    Se quiser, deixe seu telefone de contato e poderemos nos encontrar aqui em Belo Horizonte uma vez que você é daqui. Podemos fazer um bate-papo para tirar suas dúvidas!

    abs

    Marcelo Góes

  18. Érica disse:

    Olá Marcelo…
    Estou adorando seu blog.. Está de Parabens..
    Tudo bem claro e objetivo!!!
    Estou muito anciosa para viajar…

    Obrigadãão

  19. Marcelo Góes disse:

    @Érica

    Muito obrigado!

    Volte sempre!

    abs

    Marcelo Góes

  20. Carlos Alberto disse:

    Marcelo,

    podemos marcar sim um encontro e trocarmos algumas ideias. Vou encaminhar um e-mail para você. OK?

    Um abraço,

    C.Alberto

  21. Marcelo Góes disse:

    @Carlos Alberto

    Ok. Se precisar de ajuda me dê um toque!

    abs

    Marcelo

  22. Gabriela disse:

    Olá, Marcelo!

    Estou indo para Irlanda em 07/11. Lendo o post, vi que você acredita que com R$6000,00 dê para fazer a viagem…

    Este valor é por uma agência ou uma viagem independente? A média de preço que encontrei foi em R$12000,00 e estou achando um pouco salgado..

    Obrigada! Seu blog está me ajudando muito =)

  23. Marcelo Góes disse:

    @Gabriela

    Em termos de orçamento sim. Eu escrevi um artigo: Quem pode pagar mais deve pagar mais.

    A leitura dele é bem interessante pois pontua as vantagens e desvantagens de se comprar um pacote mais barato.

    Observe que você deve se planejar da melhor forma possível prevendo todas as despesas que tiver desde tirar o passaporte até um cafezinho no aeroporto. Assim seu intercâmbio será seguro.

    abs

    Boas festas,

    Marcelo Góes

  24. Fernanda disse:

    Muito interessante o post!
    Tenho interesse em fazer algum intercâmbio na Europa e graças a seu post estou considerando ir para a Irlanda, apesar de que meu destino original seria a Inglaterra.
    Países como Alemanha e Polônia também parecem muito interessantes, mas só de saber que eu poderia visitar todos, já dá vontade de viajar <3

  25. Marcelo Góes disse:

    @Fernanda

    A Irlanda é o único país de língua inglesa na Europa que utiliza o Euro. O fato da moeda estar com a cotação baixa também deve ser visto como atrativo.

    Polônia e Alemanha também são interessantes, mas desde que você já tenha alguma boa base do inglês.

    abs

    Marcelo

  26. Lucas Nassif disse:

    Po, show!!!!tava querendo ir ao Canadá, E.U.A ou Austrália, já tenho o visto dos E.U.A, mas dps deste post, viche, vou pensar mais a respeito..

    Ao surgirem dúvidas, vou te perguntar..

    Ótimo post, valeu…

  27. Luisa disse:

    eh legal ler essas coisas, pois antes de vir pra Irlanda pensava em tudo q seria maravilhoso, cultura, poder trabalhar, ganhar bem, poder viajar…mas ai a minha realidade foi bem diferente, eu vim pra aprender ingles e trabalhar, ja nao pensava em juntar dinheiro, pq hj todos nos sabemos das condicoes de trabalho na irlanda, ja nao eh como foi a uns 4 anos atras e nao eh nada facil chegar hj e em menos d 1 mes estar empregado, tem pessoas que tem sorte claro, nao estou generalizando, estou falando do meu caso, o q eu quero dizer, se trabalha bastante, se ganha pouco, nao pude conhecer nem metade dos paises q eu queria, uma pena, vc se decepciona com o povo, muita gente bebada, fazendo barraco, eu posso dizer q nem no Brasil eu vejo com tanta frequencia quanto aqui, nao eh por todo ruin, mas se fosse pra mim vir hj pra ca eu nao viria, pq se gasta muito e nao compensa o lucro, hj em dia tem muitos lugares como Dubai, onde esta sendo chamado de a nova irlanda em relacao a facilidade de poder ir e trabalhar legalmente e sem curso de ingles, pois bem, nem por todo mal eh claro, tive momentos otimos, fiz amizades para sempre, tive sorte, ja ouvi casos bem piores…mas tirando o lado de dinheiro, sobre a experiencia que se adquire morando longe de casa e longe de seu pais, nao tem comparacao, vc aprende a caminhar sozinho, se virar (ter que se virar) e aprender que ninguem vai fazer nada por ti se nao tu mesmo…isso vale a pena, agora se o pessoal ta querendo fazer dinheiro, ja acho q a Irlanda eh o lugar menos indicado!!!
    soh queria dizer q sei tbm de historias de pessoas q se deram muito bem e talz, como disse estou falando da minha realidade, tem casos e casos e cada um faz o q quer da vida, tanto que ainda sim esta vindo uma galera pra ca…soh sei q estou muito feliz de poder voltar pra “casa” em novembro, foi mto bom, mas estar onde tu pode ser vc mesmo e nao um brasileiro perdido na europa que vai ser sempre o “brasileiro”, apesar de tudo eh pro Brasil que todo mundo acaba voltando, entao mal ou bem, temos que dar um valor pra terrinha.
    Valeu pessoal, desculpe qualquer coisa, soh queria expor um pouco da minha experiencia.

  28. Helena disse:

    Olá Marcelo,
    gostei muito das dicas que deu. Eu também tava pensando em fazer um intercâmbio por lá, mas conversei com um pessoal, e eles avisaram que a crise influenciou bastante coisa lá, como a quantidade de brasileiros nas escolas e a dificuldade de conseguir empregos.
    Queria saber se tá assim mesmo, se você tem alguma informação.
    Obg :D

  29. hegle disse:

    ja morei na irlanda por dois anos
    vale muito a pena gente
    o lugar é tão lindo que quando vc volta para o brazil vc olha tudo de uma maneira diferente
    XD

  30. daniel disse:

    E a crise na Irlanda, ouvi que 50% dos brasileiros sairam de la.

  31. Marcelo Góes disse:

    @Lucas

    Obrigado pela visita e comentário.

    abs

    Marcelo

  32. Marcelo Góes disse:

    @Luisa

    Não existe uma fórmula mágica em que todas as pessoas consigam sucesso. Existem infinitos fatores que podem determinar se uma pessoa vai ter “sorte” ou não realizando um intercâmbio. Infelizmente nem todo mundo está preparado para o desafio e nem todo mundo consegue se comprometer perante as dificuldades que aparecem.

    De fato quem foi de 2008 até por agora tem encontrado um aviso claro de que as coisas não são simples. Já vai sabendo que tem que enfrentar um leão e o resto de crise que afetou completamente um país muito pequeno. Só de não saber inglês já é um sinal de que vai ser tudo mais difícil se você pretende e/ou necessita ir para trabalhar. Como podemos avaliar se as pessoas que voltaram antes do que gostariam estavam de fato preparadas? Não tem como.

    Nem todo mundo é líder. Muita gente nasceu para ser liderado e isto afeta diretamente o rumo da sua história.
    Eu sempre converso com as pessoas para imaginar sua turma no colégio. Aquele pessoal que você conviveu durante muito tempo. Estudaram juntos ou seja: tiveram a mesma base. Quantos estão de fato bem hoje? Quantos estão apenas na média? Quantos estão por baixo?
    É sempre assim.

    Eu também enchi o saco. Eu também quis muito voltar para casa. Me senti muito aliviado quando fiz isto. Mas sinto muita falta de Dublin mesmo depois de 2 anos. Pode ter certeza que você também terá!

    abs

    Marcelo

  33. Marcelo Góes disse:

    @Helena

    A Irlanda é um país com cerca de 4 milhões de habitantes. Destes 4 milhões cerca de 1 milhão é estrangeiro vivendo no país. Ou seja: Muito pequena. Com certeza a crise afetou bastante o país.

    Agora uma coisa é uma coisa, outra coisa é outra coisa. Antigamente a Irlanda estava “rica” e devido a enorme demanda por serviços era completamente fácil conseguir um emprego devido a rejeição dos irlandeses por subempregos. Mesmo que seu nível de inglês fosse baixo era tranquilo conseguir um trabalho. Agora, na crise, muitos irlandeses voltaram ao mercado de trabalho ocupando estas vagas que antes eram livres para quem quisesse pegar. As vagas de emprego ainda existem, porém você tem muito mais competição por elas.
    O tempo médio que escuto através dos meus amigos que moram em Dublin é de 3 a 4 meses para conseguir um emprego. Tempo razoável para quem chega sem nenhum inglês aprender alguma coisa e conseguir se sair bem em uma entrevista. Naturalmente a demanda por qualidade aumentou.

    Quanto as escolas é o famoso caso de preço x qualidade. Quanto melhor for a escola que você escolher, mais cara ela vai custar e menos brasileiros você vai encontrar. Nas escolas mais baratas de fato você vai encontrar muitos brasileiros.

    abs

    Marcelo

  34. Marcelo Góes disse:

    @Hegle

    Obrigado por sua visita e comentário!

    abs

    Marcelo

  35. tom disse:

    Aí, cara… tem como passar mais informações sobra a empresa que você fez o intercâmbio.. estou interessado ! valeu

  36. Marcelo Góes disse:

    @Daniel

    A crise existe, mas ela pega mais quem não se planeja adequadamente. O que acontece muito.

    Quem é caça tesouro também é alvo da crise. A Irlanda não é um lugar para se fazer dinheiro. E sim um lugar que te oferece uma oportunidade de aprender um idioma, te cobrar maturidade vivendo sozinho, viajar pela Europa e de formar uma bagagem única de experiências.

    Quem estava ilegal de fato foi “prejudicado”.

    abs

    Marcelo

  37. Jailson disse:

    só faltou citar uma coisa…a maravilhosa banda Thin Lizzy e da Irlanda também.

    um abraço!!

  38. Luisa disse:

    Concordo com vc Marcelo, a gente nao sabe a situacao de cada um que vem pra ca, nao julgo quem vem tbm ateh pq a crise chegou muito rapido, nao questao de muitos anos, em questao de 2 anos pra ca q a coisa foi ficar feia, eu quando fiquei sabendo da crise por brasileiros que ja moravam aqui eu ja tinha pago meu curso, nao tinha mta opcao, e pensei, ah nao deve ta tao ruin assim, mas me enganei, ja estava ruin, mas foi naquelas, se vc tinha uma base de ingles nao era impossivel conseguir nada, eu ja tinha ingles entao foi em geral rapido achar emprego, mas sei de gente q vem pra ca sem falar nada de ingles e ainda vem com pouco dinheiro, ja nao eh mais assim, meu marido quando chegou aqui nao tinha ingles mas ele ta aqui vai fazer 5 anos, quando ele chegou, sobrava emprego, era bem assim, alugar apartamento era o dificil, pq quase nao tinha ap vago, mas emprego era barbada, minha prima tbm quando veio a uns 3 anos atras, era facil, realmente era, mas a coisa mudou.O que estou citando sao pras pessoas que pensam em vir sem muitos recursos fincanceiros como eu vim, mas se vc tem recursos fincanceiros o suficiente para morar aqui sem precisar trabalhar, soh para aprender ingles e viajar, ai muda tudo, dai eh claro que vale a pena.Eu dividia apartamento com um rapaz q veio pra estudar e viajar, com isso o curso q ele pagou foi um curso onde soh ele era brasileiro, onde soh tinha europeu, bem diferente dos nossos cursos q pagamos e a maioria eh brasileiro, onde dificulta mais ainda o aprendizado em ingles, e nao adianta vc pode evitar mas sempre vai ter um brasileiro por onde vc esteja, eh inevitavel vc nao falar portugues aqui, eh engracado pq quanto a isso eu nunca senti falta do brasil, pq vc ta no centro caminhando ouve portugues, ta no mercado (pincipalmente tesco) ouve brasileiro, entao isso tem o seu lado ruin mas eu nao vejo por todo ruin, pq querendo ou nao, eh a sua cultura, seus costumes entao n tem mta diferenca, a nao ser quando muda de estado, mas eu como gaucha tenho poucos amigos de outro estado, nao por opcao eh pq tem mto gaucho mesmo. Mas cada um tem direito de tirar suas conclusoes e de ter suas proprias experiencias…E eh claro que vou sentir falta daqui, aqui vc pode andar tranquilamente a noite, nao tem assaltante armado, violencia, aqui eh realmente outra realidade em questao a seguranca, vc se sente muito seguro aqui, e isso todo mundo sabe q no brasil vc n tem como se sentir seguro.Vou sentir muita falta dos precos daqui, em relacao a alimentos e vestuarios, quem ja morou aqui sabe, para as meninas eh o paraiso, roupas, sapatos, acessorios, muito barato, eh uma pena q eu nao tenha tanto espaco nas malas pra levar tudo o q eu queria.Mas como disse nao foi perfeito e nem por todo ruin, vou levar comigo essa experiencia para sempre, com certeza a gente volta completamente mudados!

  39. Ne disse:

    Gostaria de saber por onde eu começo , estou pretendendo sair do Brasil em Junho . Como eu faço pra fechar escola e qual a escola mais recomendada e qual a melhor região para morar ?

  40. Marcelo Góes disse:

    @Jailson

    Eu não conheço a banda. Vou procurar saber e depois comento se gostei.

    abs

    Marcelo

  41. Marcelo Góes disse:

    @Luísa

    Eu penso bem assim. Se eu tivesse ido e TUDO tivesse dado completamente errado, ainda sim o aprendizado seria maior. Não é só das experiências positivas que tiramos aprendizado. Todo mundo sabe disto. Eu apesar de não gostar quando as coiss dão errado, eu aprendo muito mais do que quando dão certo.

    Sempre vamos tirar do intercâmbio algo que faça nossa experiência única. Sempre vamos tirar algo de valor. E sempre vamos aprender.

    abs

    Marcelo

  42. Marcelo Góes disse:

    @Ne

    Cara tem muita informação aqui no blog. Acho que você deveria começar a procurar maneiras de planejar seu intercâmbio.

    Leia o artigo “Quanto de dinheiro devo levar para a Irlanda” vai te dar base para começar.

    abs

    Marcelo

  43. Gabriela disse:

    Ola marcelo , adorei suas informações, estou indo para Irlanda fazer Intercambio em maio, mas ainda não fechei nenhuma escola, será que voçê pode me dar umas dicas? Onde vc estudou?! . eu estou pesando em ir para uma escola chamada Eddie, tem uma que chama sedda tambem, mas não sei se são boas , estou insegura.Me ajuda?! bjos ..

  44. Marcelo Góes disse:

    @Gabriela

    Eu estudei na ISI e na DCI. Gostei das duas escolas. A ISI é um pouco mais salgada e a DCI é mais em conta mas ainda é um pouco mais cara que a Seda. Eu particularmente não escolheria a Seda. Não conheço a escola pessoalmente, mas pela localização dela eu a descartaria.

    abs

    Marcelo

  45. Danielly Nunes disse:

    Meu, eu tenhu muita vontade de faze intercambio na irlanda, se nao tem noçao.
    Esse email ai é meu msn, me add pra gente conversa sobre.
    Pode ser?
    um beijo

  46. Marcelo Góes disse:

    @Danielly

    Eu prefiro que você poste suas dúvidas aqui. Com as dúvidas postadas aqui no blog outras pessoas poderão se alimentar das mesmas respostas.

    abs

    Marcelo Góes

  47. Fer disse:

    Marcelo.
    Sou novo por aqui, mas já li seu blog inteiro!
    Será que pode me responder a uma pergunta?
    Aí vai:
    Pelo que entendi, vc ficou mais de um ano lá. Eu quero ir pra ficar exatos 12 meses. Meu inglês acho que é igual ao seu, quando foi para lá. Em 01 ano dá pra aprender bastante? (É a minha principal meta).
    Valeu! Sucesso. Abraço

  48. Marcelo Góes disse:

    @Fer

    Sem dúvida. Tudo que você vive se torna algum tipo de aprendizado.

    O simples ato de comprar algum produto, pedir alguma informação ou procurar um endereço no mapa te ajuda a desenvolver o inglês.

    abs

    Marcelo

  49. bruno disse:

    e a mulherada como é lá?
    abracoo

  50. Marcelo Góes disse:

    @Bruno

    As mulheres na Irlanda em geral são loiras ou ruivas com olhos claros. Porém, eu sou mais um dos que defende que as mulheres brasileiras são as melhores.

    Como é comum na Europa, tem mulheres de várias outras nacionalidades e particularmente eu acho as polonesas muito bonitas.

    abs

    Marcelo

  51. adriano disse:

    ja que tocaram no assunto da mulherada vou fazer mais uma pergunta hehe afinal os amores sempre estão presente na nossa vida :D um ex. estou numa balada em dublin, ingles fluente, começo a conversar com uma “nativa” e e falo que sou brasileiro… rola um preconceito, facil abertura ou é como alguns paises da europa q o simples fato de você ser um “latino” a mulherada de modo geral ja vira a cara… a pergunta pode ser meio tola pra alguns mas sempre tenho essa curiosidade em relação aos lugares que pretendo viajar.?

  52. Marcelo Góes disse:

    @Adriano

    Em geral é tudo sempre tranquilo. Isso vai muito do “gosto” de cada um né?

    abs

    Marcelo

  53. livia soares disse:

    oi gabriela
    pretendo viajar na mesma epoca q vc
    me add no msn pra trocarmos informações
    liviasoares.lss@hotmail.com
    abs

  54. Mary disse:

    Olá,

    Por favor, gostaria de saber se agora está mais tranquilo conseguir emprego na Irlanda, pois queria reaver o valor pago no intercâmbio trabalhando lá. Outra pergunta nos 6 primeiros meses que você esteve lá, você só trabalhou as 20h semanais permitidas ou dá para trabalhar um pouco mais?

    Grata,
    Mary

  55. elton schmidt disse:

    Amigo, ola li bastante sobre sue blog, parece que ir pra irlanda é mais facil entao que outros paises…
    se por acaso (rsrsrsrs) querer ficar no pais, permanentemente, é possível ? ou melhor possível sempre é, digo, é mais “facil” q outros paises, ou so pode trabalhar e ficar no pais enquanto estiver de curso ?… Abraços e bom final de semana

  56. Marcelo Góes disse:

    @Elton

    Não é questão de ser mais fácil e sim ter menos burocracia. Tudo o que você precisa para ir para a Irlanda é um curso com mais de seis meses de duração para que você fique por 1 ano.

    Tem um limite de três anos fazendo curso de inglês, daí se você quiser continuar lá você tem que variar um pouco e fazer um curso superior.

    abs

    Marcelo

  57. elton schmidt disse:

    a sim parceiro, entao tem que ficar sempre atraz de um curso, tendi..
    mais a possibilidade de ficar por ai definitivo é menos burocracia do que outros paises da Europa ? vi que a suíça é complicado pra caramba.
    quais as suas intençoes só estudar e voltar ou tbm pensa em ficar de vez ?
    se eu fosse a ideia seria estudar e batalhar e talves ficar msmo…

  58. Marcelo Góes disse:

    @Elton

    Eu não sei como funciona. Acho que para mudar para um país da União Européia você teria que ir como empresário E portanto certa quantidade de dinheiro para abrir um negócio.

    Para ir como estudante sem dúvida a Irlanda é o país mais fácil.

    abs

    Marcelo

  59. Pedro Gabana disse:

    Cara moro na irlanda a 2 anos e realmente esse pais e fantastico, sou do estado de WATERFORD, estou pensando em estudar pra ganhar um visto e talz mais ainda nao achei nenhuma forma de conseguir isso sem ir ao brasil, entao vou tirar umas ferias e volta, aqui ja sou de casa :)

  60. Marcelo Góes disse:

    @Pedro

    Que legal!

    Eu penso todos os dias em voltar para a Irlanda mas pelo menos para mim não é a hora ainda!

    abs

    Marcelo

  61. Sempre adorei a música instrumental Irlandesa. Tão animada, cheia de vida. É o tipo de música que te anima a fazer qualquer coisa em qualquer situação.

  62. Marcelo Góes disse:

    @Empregos em Montes Claros

    Espero que você tenha a oportunidade de escutar musica Irlandesa ao vivo em um pub na Irlanda tomando uma bela pint de guiness. Isso sim é bom demais!

    abs

    Marcelo

  63. Marcelo Góes disse:

    @EMC

    Eu gosto também. Eu sempre digo que muitas coisas irlandesas me levaram a Irlanda sem eu saber exatamente de onde elas eram.

    abs

    Marcelo

  64. Débora disse:

    Boa Noite, Marcelo!

    Pretendo ir para a Irlanda em Maio/2012, porém estou insegura em relação a trabalhar por lá. É complicado??? Qdo eu for estarei no nivel intermediário de inglês?? Estou fazendo orçamento com London Conexxion vc já ouviu falar??

    Abraços

  65. Marcelo Góes disse:

    @Débora

    Não conheço esta london conexion não.

    Trabalho na Irlanda está complicado. Tem que se esforçar muito e dar um pouco de sorte. (eu não garanto emprego a ninguém na Irlanda ou em qualquer lugar do mundo sob nenhuma circunstância)

    abs

    Marcelo

  66. lidemberg disse:

    Olá, sei que é difícil mensurar, mas gostaria se saber quanto em dinheiro eu precisaria separar pra todos os gastos na irlanda em 6 meses. 17, 19, 21 mil?

  67. Marcelo Góes disse:

    @Lidemberg

    Faz as contas fera.

    abs

    Marcelo

  68. Mauricio Pires disse:

    Boa noite Marcelo,em agosto eu vou para Dublin,e vai ser o meu primeiro intercambio,gostaria que vc me explicasse 2 coisas.O nivel da escola Emerald Cultural Institute eh bom,medio ou ruim,e quando eu tiver meu tempo livre eu posso procurar os clubes da irlanda pra fazer teste ,eles deixam?obrigado

  69. Marcelo Góes disse:

    @Mauricio

    Existe uma escola de idiomas em Dublin que se chama Emerald… Eu Não sei o nome todo. Se for a que estou pensando é a melhor escola de Dublin. (se você pagou barato provavelmente não pois ela é mais cara)

    Este “teste” você deve se referir a um clube de futebol, certo? Futebol é meio fraco na Irlanda. Não só você mas todo mundo eventualmente pensa em fazer teste em algum time por lá, mas nunca ouvi falar nada de ninguém que tenha conseguido.

    Poder você pode, mas terá que criar a oportunidade.

    abs

    Marcelo

  70. giuseppe disse:

    Olá Marcelo.
    Eu tenho a cidadania italiana e quero fazer intercâmbio na Irlanda. Com a cidadania, o que fica mais fácil além claro, de poder entrar sem visto e trabalhar normalmente caso precise. Tipo, eu não precisaria de fazer nenhum seguro e ter aqueles 3000,00 euros?

    Fico no aguardo,

    Giuseppe!

  71. Marcelo Góes disse:

    @Giuseppe

    A diferença é que você não precisa de visto de estudante e pode trabalhar livremente.
    Não precisar fazer seguro saúde não é algo positivo. Eu recomendo a você a o fazer pois saúde na Europa e especialmente na Irlanda não é boa.
    E os 3000 euros também são necessários para que você se estruture no país.

    Enfim, a única vantagem real que você tem é a de poder trabalhar livremente.

    abs

    Marcelo

  72. Fabiana disse:

    Só discordo da parte: felizes, alegres… Tem isso aqui não viu… (só no tp bar é claro pois já estão embriagados, tudo vira festa). Quando estou sorrindo na rua conversando com alguem eles olham como se eu fosse uma et. Acham estranho andar abraçado com meu marido. Ficam trancados em casa lendo e quando terminam de ler, vão ler mais um pouco. Não ligam tv. Não interagem de forma alguma com vizinhos. Maaaas nada disso tira a minha vontade de ficar mais um ano na Irlanda. Gosto muito daqui. As paisagens são belíssimas, o ar é puro, come-se bem, viagens a perder de vista, muitas compras de coisas que só juntando dinheiro daria para ter no Brasil.

  73. Andressa disse:

    Oi
    Eu gostaria de saber se o inglês britanico é muito diferente do americano. Não é mais difícil de aprender?
    Obrigada

  74. Marcelo Góes disse:

    @Andressa

    O inglês britânico difere bastante do inglês americano mas não chega a ser um problema. Com o tempo você se acostuma as principais diferenças e deve começar a entender tanto um americano, quanto Irlandês falando.

    O inglês britânico é mais bonito. É bem mais charmoso e conta mais pontos na hora de disputar uma vaga de emprego.

    abs

    Marcelo

  75. Marcelo Góes disse:

    @Fabiana

    Eu acho difícil concordar com você por vários motivos. Existe uma grande diferença cultural entre o brasileiro e o irlandês. Me deu a entender pelo que você escreveu que você “desconhece” isto.

    Os irlandeses realmente leem muito e diferente dos brasileiros que estão sempre com a TV ligada colados a ela ou nem que seja para fazer barulho apenas o irlandês quase não a usa. Talvez os irlandeses mais jovens a utilizem para jogar video-games. E quanto a se socializar com seus vizinhos, bom, eles são mais reservados. Não são criados como nós brasileiros, mas mesmo assim eu fiz alguns amigos irlandeses e estes são como quaisquer outros amigos que tenho.

    Eu morei por 2 anos em Dublin e tenho vários amigos que também moraram com suas esposas e jamais retrataram qualquer tipo de problema por andarem juntos com seus pares. Acho que você teve algum fato isolado e esta o usando como referência.

    abs

    Marcelo

  76. vanessa disse:

    Ola Marcelo

    Primeiro que te parabenizar pelo blog.
    Eu tenho planos de estudar ingles fora do pais e estou avaliando algumas escolas, paises, etc.
    Ao ler alguns posts de blogs de brasileiros, principalmente que vao a Europa , Irlanda especificamente muitos escrevem a seguintes “dicas” : ” evite falar c Brasileiros” ou ” procure escolas que nao tenham Brasileiros” ou reclamam ” o problema daqui eh q tem mt brasileiros”…fico mordida com isso e acho um puta preconceito. Pois estes q falam isso, sao os mesmos que antes de ir, ficavam enchendo o saco de quem ali estavam, perguntando, pedindo dicas e tal. E outra coisa, penso que pela a Irlanda ter estas facilidades q você citou, realmente isso da oportunidade a muitos que antes nao tinham condicao financeira de ir. Penso que eh mt hipocrisia destas pessoas dizerem isso, e ficar c esta discriminacao. E se a pessoa la esta e conversa em portugues eh por que quer. Agora, se a pessoa quer ir em um lugar, esperando nao encontrar brasileiros que va a LUA entao . Se eu for a Irlanda e algum brasileiro me tratar mal por ser brasileira, juro q dou umas porradas neste ingrato, rs. Desculpe o desabafo, eh q isso me irrita profundamente.

  77. Marcelo Góes disse:

    @Vanessa

    Pois é. Pela mesma lógica devemos fechar todos os cursos de inglês no Brasil pois não é possível aprender inglês onde tem outros brasileiros…

    Eu nunca tive problema algum na Irlanda por ser brasileiro ou por me relacionar com outros brasileiros. Eu sempre separei bem o que era aprendizado e o que era vida social.

    Você vai aprender inglês fazendo as coisas que você gosta de fazer. Se gosta de cinema, seriados e coisas do gênero, vá ao cinema e assista seus seriados que com certeza você vai melhorar seu inglês de uma forma quase “natural”.

    abs

    Marcelo

  78. Leandro disse:

    Ola Marcelo gostaria de saber em que escola vc estudou na irlanda? E é boa?
    Pois estou pensando em ir estudar na Dorset College.
    Desde ja obrigado

  79. Marcelo Góes disse:

    @Leandro

    Eu estudei em duas. Na ISI e na DCI. Gostei muito das duas.

    Sobre a Dorset, é uma boa escola sim. Tenho alguns amigos que estudaram lá e gostaram.

    Se precisar de um orçamento, recomendo a você usar nossa ferramenta de orçamentos

    abs

    Marcelo

  80. Alessandra Ramos disse:

    OláMarcelo, estou indo para a Irlanda em Julho, confesso que estudo inglês no Brasil faz tempo, mas nunca consigo me comunicar, pois acho a metodologia “decoreba”, então resolvi aventurar mesmo sem saber e espero que na hora terei um insight…porém só poderei fazer por 4 semanas, uma vez que sou funcionária pública e não consegui ainda uma licença de um ano…portanto irei em julho , pois sou professora e não tem jeito..pegarei os preços mais altos…Mas gostaria de saber se a escola International House é uma boa opção.? Pois vi que vc recomendou a ESmerald como uma das melhores. E a localização desta International House é boa?? Vc acha qe devo comprar os vôos para Inglaterra e Escócia aqui no Brasil?? Pois quero aproveitar e dar um pulo nesses países..Sei que são algumas perguntas, mas ficarei feliz em ter respostas!! Abços

  81. Marcelo Góes disse:

    @Alessandra

    Tenha certeza que a sua base de estudos de cursinho de inglês vai ser muito útil e que sem dúvida seu aprendizado na Irlanda será bem maior!

    Eu tenho alguns amigos que estudaram na International House e fazem boas referências da escola! A localização é boa sim! Do lado de um parque bem gostoso e como você vai no verão vai acabar fazendo algum picnik por lá! E tenho certeza que vai lembrar disto que estou escrevendo! haha

    Para viajar para a Inglaterra e Escócia, eu te recomendo comprar as passagens via Ryan Air. http://www.ryanair.ie

    Bom é isto! Muito obrigado pela sua visita e seu comentário! Se precisar de qualquer coisa basta deixar aqui no blog!

    abs

    Marcelo

  82. João Montaleone disse:

    Marcelo,

    não sei se você ainda vive na Irlanda, caso positivo, poderia confirmar a informação que à partir de abril o valor para solicitar o visto de trabalho, como comprovação de renda, se elevará para 7000 euros? Obrigado!

  83. Marcelo Góes disse:

    @Jõao

    Primeiramente o visto continua sendo de estudante. O visto de estudante permite ao estudante brasileiro autorização para trabalhar 20 horas semanais em cursos de 6 meses de duração com carga horária de 15 horas semanais. Após este período o estudante tem autorização para trabalhar 40 horas semanais no período que chamamos de “férias”. Autorização para trabalhar é completamente diferente de visto de trabalho.

    Quanto ao valor de sete mil euros, creio que isto seja apenas boato. Honestamente não faz sentido pois o valor é baseado nas despesas de um estudante para se manter no país. De qualquer forma estou pesquisando a respeito na fonte.

    abs

    Marcelo

  84. Fernanda disse:

    oooi,
    estou pensando em ir pra dublin final do ano, fazendo aquele pacote de 6 meses + 6 meses de estudo e trabalho. Realmente os preços hj em dia estão bem em conta, porém.. tu disse ali que antigamente se gastava 13 mil reais de intercãmbio.. mas tendo que ter 3.000 euros que tem que comprovar, da no mesmo não dá? tenho pesquisando e vi intercâmbio de 5 mil e poucos reais, realmente o preço está mt boomm mesmo.. mas dai 3.000 euros a mais.. ja fika na mesma dos 13 mil reais, entende? eu não sei ainda sobre essas coisas mt beeem haha essa parte é a única meio confusa ainda pra mim.. se puder me ajudar.. pode ser por aqui ou pelo meu email mesmo. bj

  85. Marcelo Góes disse:

    @Fernanda

    A diferença é bem simples. Antes o preço total despesas do seu intercâmbio ficava na casa dos R$12.000,00 (doze mil reais) entre passagem, curso, seguro e acomodação. Hoje estas mesmas despesas ficam entre R$6.000,00 (seis mil reais) e R$9.000,00 (nove mil reais) tirando uma média de preços.

    Você precisa apenas comprovar ter os €3.000,00 (três mil euros).

    abs

    Marcelo

Scroll To Top
Content Protected Using Blog Protector By: PcDrome.